21.12.14

Funk: O gênero músical entre o Céu e a Terra


Apenas Eu Conheço A Sua Dor
Yoo meus demônios sedutores! Belezura!? Bem, comigo.....Não tá tudo belezura, meus fones de ouvido acabaram de morrer Ç.Ç, fora isso eu resgatei minha "eu gorda" e passei o fim de semana inteiro comendo doces, pois sexta teve formatura e festinha da minha prima e sábado teve outra festinha da minha outra prima e do pai dela, ou seja, foi festa tarde e noite, comilança tarde e noite. Enfim, muitos de vocês devem ter percebido que o assunto de hoje não tem absolutamente nada a ver com animes, alguns devem até estar se perguntando se eu não possuo nada para postar e a resposta é não! Na verdade eu teria sim uma resenha e tag para colocar nesse post, mas decidi postar sobre funk, pois hoje eu e minha mãe filosofamos sobre isso então me deu na telha falar dessa bagaça aí! Eu sei que algumas seduções devem estar pensando que lá vem mais outro post genérico fazendo cosplay de Wikipédia, porém vocês sabem que mesmo sendo algo filosófico o que prevalece aqui é a zuera, ou seja, será um post ao estilo Hina-chan \o/



Minha Opinião:

Enfim, acredito que antes de começar a falar sobre Funk, eu preciso expor a minha humilde opinião sobre esse gênero. Pois bem, sinceramente para mim Funk não passa de uma jogada muito suja de marketing, não considero como gênero musical o nosso funk carioca, pelo contrário considero aquela joça como um desrespeito a todos os cantores e compositores de verdade que o Brasil já teve e/ou possui atualmente. 

Afinal, é um "estilo" que primeiramente desvaloriza ao máximo a mulher e o pior de tudo, essa desvalorização em alguns casos é feita pelas próprias mulheres. Já a segunda coisa que possuo contra é em relação ao funk ostentação, afinal eles ostentam algo que nem sequer possuem, ficam pagando uma de pegador e gente rica, quando na verdade não possuem dois pila no bolso. Vamos para a história sabagaça.

História do Funk:

Era uma vez um país desenvolvido chamado Estados Unidos da América que tinha como hobbie inventar modinhas, então em 1960 ele decidiu inventar mais uma modinha que receberia influências de gêneros musicais como o Jazz e Blues e ainda por cima contribuiria para o Rock (no caso da banda Red Hot Chili Peppers) e daria origem ao Hip Hop e Rap , essa modinha recebeu o nome de FUNK. 

Enfim, tudo começou com James Brown na década de 60 quando deu na telha dele inovar o até então estilo conhecido como Funk, a partir dessas inovações e modificações, o funk de uma simples palavra para designar músicas vindas de alguns cantores negros norte americanos se tornou oficialmente um gênero musical.

O funk Norte Americano também pode ser chamado de Soul Music e até a década de 60 a palavra Funk era considerada indecente, pois também era associada com surubas e coisas relacionadas a ela. Já na década de 70 o Funk passou por uma nova evolução ~momento pokémon OFF~ graças a  George Clinton que resolveu desenvolver um funk mais pesado inspirado na psicodelia, porém na década de 80 foi perdendo espaço, pois se tornou uma coisa muito comercial.

A História do Funk peito e bunda no Brasil:

Era uma vez um país subdesenvolvido que......"Pera aí Hina-chan! O Brasil é um país E-M-E-R-G-E-N-T-E, não somos mais subdesenvolvidos u.u", olha eu considero a palavra Emergente apenas um eufemismo para a nossa situação meio bugada. Enfim, foi através de cantores como Gerson King Combo com o álbum Gerson Combo Brazilian Soul lançado em 1969 é que o Funk ganhou espaço no Brasil. ¬¬''

Posteriormente Tim Maia e outros cantores começaram aderir ao estilo musical, porém foi na década de 80, quando o funk brasileiro foi influenciado por um ritmo mais erotizado (o lindo começo da putaria) vindo da Flórida, é que os recém criados "bailes dançantes" começaram a atrair um público maior e as músicas passaram a ser lançadas em português.


No começo as letras eram melzinho na chupeta, retratavam apenas o cotidiano do povo da favela, ou seja, falavam sobre a pobreza e violência. Mas como nem tudo são rosas e atualmente nosso país só sabe fazer zueragem, a partir dos anos 2000 o funk começou a ganhar um outro aspecto, as músicas se tornaram mais sensuais (suruba), sem mencionar que as produtoras largaram as exigências como boa melodia e letras para aceitarem qualquer coisa que gerasse lucros.

Mais um pouco sobre a minha humilde opinião:

Em resumo: O Funk não é exatamente essa porcaria que a gente conhece, no início, até mesmo aqui no Brasil, era algo mais decente, além disso, o funk norte americano não possui letras tão pesadas como o nosso funk carioca e nem tantos palavrões, apenas uma que outra música contém uma que outra palavra mais pesada e ainda assim nada que se possa comparar com as nossas letras. 

Eu sei que alguns devem estar pensando que sou preconceituosa e que devemos respeitar os gostos de cada um...sinceramente eu concordo com isso, quando eu falo que não considero funk um gênero musical e que as letras são um lixo estou sim sendo preconceituosa, mas eu não me importo que as pessoas prefiram ouvir funk e coisas do tipo.

PORÉM eu não admito que funkeiros passem com o som do carro ligado no máximo enquanto bancam os pegadores gostosões, muito menos o fato do Brasil não só internamente mais externamente vender exageradamente essa imagem de que o funk carioca é que reina em nosso país, aliás, aproveitando a deixa acredito que é bom desmistificar algumas coisas sobre o Brasil (afinal, existem alguns leitores do blog que não são brasileiros e sim nossos queridos companheiros portugueses).Vamos falar de 3 pontos:

Primeiro: Não somos apenas o país do futebol, já fomos muito fortes na Fórmula Um com Ayrton Senna, além disso, nossos times feminino e masculino de vôlei são muitos fortes e um monte de gente pratica/curte vôlei aqui no Brasil.
Segundo: Podemos até curtir carnaval, porém para muitos essa data não é vida e nem mais importante que natal e ano novo, pelo contrário acredito que apenas Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco é que comemorem fortemente esse dia. Além disso, o Carnaval baiano e pernambucano são bem diferentes daqueles desfiles do Rio de Janeiro. Aqui no Rio Grande do Sul, carnaval é apenas mais um dia qualquer, apenas em Porto Alegre é que ocorrem desfiles ao estilo Rio de Janeiro, porém o Estado não para completamente, muita gente continua com sua rotina normal
Terceiro: Samba e Funk não são os amores de muita gente, mesmo que o funk esteja crescendo aqui no Brasil, ainda tem uma boa parcela da população que considera o nosso atual funk uma das maiores vergonhas do país.

Mas não pensem que esse meu pequeno momento de desmistificação sobre alguns pontos do Brasil seja porque eu acredite que os nossos companheiros Portugueses não saibam das coisas, muito pelo contrário, todo mundo aqui sabe o quanto a Europa presa pela educação certo!? Mas decidi falar sobre esses três itens acima porque o Brasil faz questão de vender essa desgraceira de imagem. 

Toda vez que o país vai se mostrar para o mundo a única coisa que ele expõe é o Rio de Janeiro, carnaval, futebol e samba, sendo que pela imensidão do nosso território existem tantas outras coisas belas e incríveis que infelizmente acabam sendo deixadas de lado, por exemplo: mesmo que o Brasil seja um país, no qual o calor predomine, ainda assim no inverno em algumas serras da região Sul como Santa Catarina e Rio Grande do Sul, acaba nevando.

Mesmo que no inverno as regiões do Norte e Nordeste estejam com temperaturas de até 30 graus, aqui no Sul, as temperaturas dependendo do dia e do local estão até negativas. Então eu simplesmente não entendo o porque do Brasil mostrar sempre a mesma coisa e ignorar todas as outras culturas e costumes existentes no país.


_________________________________________________________________________

Bom, minhas seduções sedutoramente sedutoras era isso, espero que tenham curtido esse post fora de contexto, espero que não tenha ficado cosplay de Wikipédia e espero que vocês deem suas humildes opiniões também. No próximo post (acredito eu) trarei a resenha da segunda temporada de Histsugi No Chaika que felizmente não virou um harém ecchi (aliás aquele suposto "harém" é mais da Chaika do que do Toru) e também trarei um milagre chamado "Tag feita em dupla pela Hina-chan e sua irmã mais nova Nanda-chan (Otakulove)", sim quando a gente quer é possível um trabalho em conjunto. 
OBS: Estou no episódio 8 da quarta temporada de Ntasume Yuujinchou \o/ (prevejo uma forte depressão pós anime).
OBS2: Eu me lembrei que acabei abandonando Avatar a Lenda de Korra, assim que terminar acho que resenharei aqui.
OBS3: No post anterior, aquele que eu resenhei a Ova yaoi Seito Kaichou ni Chuukoku , percebi que existem pessoas muito pervertidas nesse mundo (sim estou falando com você sedução pervertida, você mesmo que está fingindo que essa observação não é uma indireta para sua pessoinha!).

Então até o próximo post \o/

ESPERA! É SHOUJO NESSA PORRA! UHULLLLLLLLL \O/, acabei de saber que a PANINI VAI PUBLICAR EM 2015 AO HARU RIDE, É SHOUJO NO BRASIL /oooooo ~dancinha comemorativa~


17 comentários:

  1. AO HARU RIDE!!! ~Desconhecida se sentindo em casa q'~
    Sério, não sou fã de Shoujo, mas como não amar Ao H. Ride? Me diz pra ver se eu me livro desse apego com o anime/manga q'

    Antes de começar a falar sobre o post, tenho que me desculpar. Faz tempo que acompanho o blog, e nunca tive coragem de comentar ; u ;

    1° - O Brasil tem as praias que são consideradas as mais belas do mundo
    2° - O Brasil tem uma abundancia cultural e uma liberdade religiosa sem igual.
    3° - PAIS TROPICAL \O/ Pra quê melhor? Moramos num País, que apesar de ser bipolar em relação a temperatura, é um com terras e climas mais favoráveis do mundo.

    Então, depois de citar alguns exemplos - sim, só esses pois sou um poço de criatividade... Secando - que podemos contar como vantagem para nós, povos brasileiros, temos que admitir que tínhamos que ter algo ruim para não levarmos todas as vantagens e deixamos os outros países sem nada. E que desvantagem foi essa? O nosso amado e precioso funk - primeiro de Abril?

    Amei o teu post, Hinata-senpai >u<

    Eu já conhecia um pouco da origem do funk, mas somente o bastante para ganhar um 10 no trabalho de Artes Rs'

    Eu moro na Bahia, numa cidade perto da capital e tenho que admitir que só curto o feriado, pois o carnaval em si... Aqui,não é para qualquer um, só para quem quiser levar espumante na cara - essa invenção não é de G-zuis -.

    Puts, digitei demais >-< Então, acho que não tenho mais nada a declarar...

    Beijos da
    Leeh ~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yooo pessoinha desconhecida \o/, seja bem vinda ao grupinho das minhas amadas seduções e pode se sentir em casa que a Hina-chan acolhe todo mundo \o/
      Aí está a magia de Ao Haru Ride! Ele consegue prender e conquistar qualquer um que seja!
      Não se preocupe com isso, apenas lendo os posts fico feliz *u* (aliás, valorizo muito meus leitores fantasmas,todos eles são minhas queridinhas seduções fantasmas u.u).
      1- Concordo
      2-Concordo
      3-Concordo u.u (aliás, se não fosse pelo clima tropical do Brasil, e pelo calor divino que faz no verão eu morreria congelada Ç.Ç, para ter uma pequena noção agorinha mesmo estou usando um blusão '-').
      Pois é, acho que tínhamos que ter alguma desvantagens para nosso brilho não ofuscar tanto os outros u3u -q. Enfim, o problema é que essa desvantagem tina que ser justamente Funk!? Ç.Ç
      Obrigadinha >//////<
      hsuahsau e eu que só fui conhecer a origem hoje enquanto fazia o post e.e''''''
      Pois é, eu fico olhando algumas reportagens sobre o carnaval Baiano e olha, tem que ter um fôlego danado e uma energia sem igual (coisas que desconheço por completo, pois a preguiça aqui se reproduz feito coelho!). hsauhsauhsua espumante é apenas para os fortes!
      Kiss

      Excluir
  2. Bem, eu realmente não sabia muito desse género de "música " *cof cof*, até porque aqui em Portugal, embora não haja exatamente esse género, há um bastante semelhante (ainda que talvez não tão pesado, é quase a mesma coisa, principalmente a parte da desvalorização da mulher). Mas só você mesmo para ter um trabalhão a fazer um post assim >.<

    Quanto aos OBS... VOCÊ ESTÁ QUASE A TERMINAR O ANIME DE NATSUME!!! *.* Estou ansiosa que comece a ler o mangá, você vai gostar, os traços são estranhos no começo, mas mesmo assim é fácil de se habituar. Se quiser pular os acontecimentos do anime, comece a ler o mangá no capítulo 50, 51, acho eu.

    Eu estava a sentir-me mal porque ainda não tinha visto os dois últimos episódios de Korra, que já acabou, e pelos spoilers que eu orgulhosamente encontrei, está épico. Mas como você acabou abandonando, já não me sinto tão culpada. Mas veja depressa, está INCRÍVEL, e eu decididamente comecei a shipar Korrasami. Já tinha visto alguns indícios na terceira temporada, embora me parecesse só amizade, mas agora até se pode considerar canon (não direi porquê).

    Estou ansiosa por ver a tag que fez em conjunto com a Nanda-chan ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yoooo >//////<
      Olha mesmo que seja parecido tenho quase certeza que ai a coisa deve ser beeeeemmmm mais melzinho na chupeta, porque aqui é cada letra..........
      Ah, na verdade nem deu tanto trabalho assim, acho que a parte em que mais demorei foi para encontrar a história do funk norte americano, já no restante foi bem rápido a fácil ^^
      Sim, já estou terminando e provavelmente vou chorar muito no final Ç.Ç e entrarei numa deprê pós anime muito forte! Enfim, acredito que mais estranho que os traços de Boku wa Imouto ni Koi wo Suru acredito que não seja (mesmo eu amando a história, os traços desse mangá são meio de arrepiar '-'). Enfim, assim que eu terminar o anime parto para o mangá \o/
      Eu tenho que retomar Korra, eu acabei literalmente me esquecendo dele, porque eu geralmente não sei quando os episódios são lançados então quando eu me dou conta se passou um mês e eu nada deu conferir se veio episódio novo ou não Ç.Ç
      hsaushuashua nossa depois dessa de Korrasami terei que ver eu mesma essa história toda XD.
      Vishhh a tag.......Devido a lerdeza da Nanda em responder acho que vai demorar um pouquinho até eu posta-la Ç.Ç
      Kiss

      Excluir
  3. "a palavra Funk era considerada indecente, pois também era associada com surubas e coisas relacionadas a ela" pretty much como aqui no Brasil dkjfhsdkjsk
    Não ficou cosplay de wikipedia e, aproveitando que você tocou no assunto... Tem coisa mais chata que chegar em um blog e a pessoa "oi gente mais um post pra vcs: CTRL+C CTRL+V DA WIKIPEDIA". Geez. ENFIM.
    Nunca gostei de funk, então, desse pecado estou livre kkk mas sempre quis entender como o funk dos EUA e o funk do Brasil é algo TÃO diferente um do outro.
    Haha, falar sobre temperatura é sempre dose... Até porque, quando falam do calor pros gringos, eles pensam naquele solzão de praia com o vento soprando belíssimo. PORÉM NÃO.
    Aqui na minha cidade (Manaus <3) não existe vento e é bem úmido, ou seja, a gente fica sendo cozido diariamente na própria banha! kk Derretendo de suor, etc.
    ANYWAY SEJA GORDA SER GORDO NO FINAL DO ANO É COMPREENSÍVEL
    Abraços~

    ~Nankin Dust

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yooo belezura!?
      shaushuashu Brasil é tão pervertido que isso tá parecendo um mangá yaoi com tanta suruba que se tem por aí.
      Uffa fico aliviada que não tenha saído ao estilo Wikipédia. E sim irrita muito quando a gente vai num blog e lá está a página inteira da Wikipédia colada!
      Pois é, uma das coisas que me levou a fazer o post foi justamente saber mais sobre o funk norte americano.
      hsuashua pois é, aliás, até mesmo na minha pobre cabecinha acaba se formando essa imagem, porém quando o inverno chega a realidade me dá uma voadora na cara Ç.Ç
      É você derretendo no calo e eu congelando no frio do inverno Ç.Ç
      hsuashau final do ano tudo se perdoa incluindo aquela gordurinha extra que se ganha \o/
      Kiss

      Excluir
  4. Oi Hinata-chan, tudo bem?~ (◠‿◠✿)
    Bem, eu acho que o que você fala a respeito do funk é verdade, mas eu acho também que há um outro lado. Eu acho que esse cenário está, sim, mudando. No mundo globalizado de hoje, a própria cultura e o entretenimento parece estar se "universalizando" e todo o mundo tem adotado padrões muito hegemônicos. Isso não é diferente com o Brasil. Acho principalmente que os jovens brasileiros como um todo estão mais patriotas, com menos vergonha de admitir que sim, vivem num país "subdesenvolvido" mas que também tem muita coisa boa a oferecer, e estão ansiosos para provar isso. ^^ É claro que não são todos, mas eu sou otimista em relação a isso. Então, quanto mais brasileiros se destacam no mundo por outras coisas, mais essa imagem do Brasil tende a mudar. Da mesma forma.. quando o Funk surgiu era só letra de p*taria, mas cantores famosos hoje, como Mc Guimê e Anitta tem uma pegada bem diferente, na verdade. :) Eu não curto funk, e obviamente gosto de cultura japonesa também hahah mas acho sim que o Brasil tem muita coisa de bom e que isso tá vindo à tona cada vez mais.

    Quanto a Aoharaido, também to feliz!!!! ヽ(゜∇゜)ノ Eu ainda não sei se vou conseguir comprar porque Usagi Drop tá apertando no meu bolso.. mas... espero que sim!

    Abraços e até mais!~ ( ´ ▽ ` )ノ

    - Chell

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yooo >/////<
      Pois é, eu também penso isso, também acredito que o país e sua população tenham muito para oferecer, o problema é que existem pessoas que não permitem isso e sempre ficam apertando na mesma tecla =/
      Nossa como eu queria ser super otimista como você! Eu não possuo uma visão totalmente negativa, percebo que há bastante jovens levantando a moral das coisas, porém infelizmente ainda existem alguns obstáculos (que espero que sejam superados ^^).
      Cara minha irmã falou o mesmo sobre Usagi Drop! Ela pagou 19 pila por ele! Enfim, eu não quero nem saber, mesmo que eu vá a falência vou comprar TODA essa joça de volumes de Ao Haru Ride, afinal não é todo o dia que lançam um shoujos super famosinho e perfeito desses! u.u
      Kiss

      Excluir
  5. Gente do céu! Desculpa eo! Estou estudando tanto que nem tenho tempo pra nada -q
    Sério, mil desculpas, me desliguei um pouco da blogosfera... Se você quiser um contato decente, tenho minha ask http://ask.fm/DdOBlog que estou entrando todos os dias -vício- e sim, Ask ainda existe HUE
    É sempre bom resgatar o lado gorda que temos, sabe? Vamos ser felizes nessa bagaça -q
    Concordo com o que você disse, realmente, nosso funk é uma praga suja, desvaloriza as mulheres e apodrecem os homens, que se mostram arrogantes na maioria dos casos. O pior, banalizam o sexo e os sentimentos humanos.
    Cara, pela história, já estão todos os meus argumentos para considerar o Funk uma coisa ridícula! Eu já sabia da história, eu vi o fim de um documentário sobre isso e pesquisei o resto na internet, realmente não é essa merda que conhecemos, até ouvi algumas músicas, só pra ter um conhecimento mais amplo, sabe?
    Queria muito que os brasileiros tomassem vergonha na cara e divulgassem mais as coisas boas que temos porque por favor, né! Carnaval, futebol e samba? Estou de saco cheio! Temos muitos cantores e bandas mil vezes mais superiores a qualquer bateria de samba. Temos jogadores de vôlei melhores que qualquer Neymar, temos nadadores como César Cielo que consegue qualquer medalha brincando! Temos nosso Natal e Ano Novo que são lindos em lugares como Rio de Janeiro e Fortaleza -sim, Fortaleza tem o 2º melhor Ano Novo do país, mas geral só lembra de São Paulo, que nem mesmo tem mar- O Ano Novo daqui de Florianópolis é muito bonito também, apesar de que o Carnaval aqui é um saco! Estamos aqui de boa em casa e começa um maldito batuque atrapalhando a porra toda! Ninguém gosta de ser atrapalhado, onde está a cultura onde as pessoas só sabem atrapalhar o bom dia dos outros?
    Ah é! Desculpa também os erros de digitação no comentário, estou comentando muito rápido porque quero comentar em outros blogs, sabe?

    Diário de uma Otome

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yooo >/////<
      Não precisa se desculpas, é normal se desligar das coisas para estudos e talls ^^
      Então entrarei em contato pela Ask \o/
      Nessa época do ano uma das obrigações é resgatar o nosso "eu" gorda u.u
      Mesmo que tenham alguns que sejam mais leves e da "paz" como Anitta e talls, onde as letras não são tãooooo pesadas, o que acaba predominando é essa joça aí de putaria =/
      Pois é, o problema é que por algum motivo o marketing do Brasil só gira em Carnaval, samba e futebol, não que seja extremamente ruim, porém seria bem melhor se dessem uma chance para as outras culturas e lugares.
      Ah, eu ouvi que o Ano Novo de Floripa é belíssimo, meu pai sempre teve vontade de festejar por aí, porém nos falta a grana e.e'''''''
      kk nem se preocupe com os erros, eu sou a maior leiga em ortografia, então nem posso falar muito e nem sequer percebo algo e.e''''''''
      Kiss

      Excluir
  6. Aoharaido no Brasil ç-ç não sei se comemoro ou se choro, porque tenho altos pré-conceitos com a tradução brasileira. Mas enfim, falemos de FUNK.
    Esses dias eu e meu irmão ouvimos um ótimo na TV, recente, com letra recente, do MC Guime com o Emicida - chama País do Futebol. E o que me frustra é que se eles podem fazer funk com letra decente, quer dizer que na verdade todos podem - mas não fazem. Não critico muito porque o funk, na minha opinião, é um ritmo brasileiro das camadas baixas e desmerecê-lo tem uma série de implicações sociais - releve, eu preciso pensar essas questões no meu dia-a-dia, hahahaha! Mas pensar o funk socialmente tem outras implicações: qual a imagem da mulher pobre? O que é ser "bem-sucedido" na favela? E na periferia? É muito complicado... Acho que entre esses meninos que saem por aí como "MC" tem muita gente talentosa, cujo talento é desperdiçado falando de sexo, drogas e dinheiro. No fundo o que nos resta é lamentar essas perdas e esse desperdício todo.... e comprar fones de ouvido pra evitar que nossos ouvidos virem pinico! x-x
    Adorei o post reflexivo ♥ adoraria ver mais desses por aqui!

    beijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yooo >//////<
      Eu tô pouco me lixando para a tradução, tô comemorando feito louca aqui! afinal, É SHOUJO NESSA PORRA! \O/, só de poder ter o mangá na minha prateleira é uma emoção muito gratificante *-*
      Agora que você mencionou isso tive que concordar, mas o que realmente não me agrada é o fato de mesmo podendo fazer um bom funk com uma letra decente, ainda assim dão espaço para aqueles que não querem nada com nada, nesse meio deve ter sim alguém talentoso, porém ou ele desperdiça esse talento ou não possui o mínimo espaço =/
      Pois é, só resta lamentar mesmo!
      Oh, então pode deixar que farei mais desses, tenho um monte de coisas desse tipo na cabeça \o/
      Kiss

      Excluir
  7. {Este é um comentário padrão}

    Talvez você nem saiba quem eu sou, mas já visitou o meu blog pelo menos uma vez e tenho um presente para você nesta postagem: http://sou-uma-adolescente.blogspot.pt/2014/12/pequena-dedicatoria-presentes.html#more

    Desculpe se não comentei a sua postagem, é que tenho presentes para muita gente e tenho de avisar os blogs todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yoooo \o/
      Bem, eu sei quem você é e visito todos os dias o seu blog XD
      kk não se preocupe, eu também estou numa certa correria aqui.
      Kiss

      Excluir
  8. Yooooooooo Hinaaaa-saaaann!!!! (Primeiramente quero desejar-te um Feliz Natal! ^^)
    E antes de começar a minha opinião sobre o FUCK, ops errei: FUNK quero dizer do AO HARU RIDE!!!
    OMG OMG OMG OMG OMG OMG OMG OMG OMG SABE QUE DIA VAI LANÇAR???????????????????? CARA, NÃO POSSO PERDER ESSA BOSTA LINDA TT^TT

    Okay, agora voltarei ao assunto do post u.u
    Cara, eu odeio Funk. "Ahh Narumi, mas você odeia porque é lá do outro lado do mundo no quinto dos inferno" Não, mentira. Bom e sim, verdade. Mais uma vez eu explico que eu vim para o Brasil BEBÊ, ou seja: Não lembro de bosta nenhuma da minha cidade Natal! u.u ( ;--; triste aqui ). Mas então como fui criada desde muito - muito - pequena, sou mais Brasileira que Japonesa. Entaun... Conheço sim muito bem a cultura brasileira e entre eles o Funk. Sei que tem gente que Funk é que nem uma música clássica para os ouvidos mas PARA MIM é repugnante '-'
    Eu já andei escutando o funk americano e posso dizer que é muito melhor do que o da América do Sul. Não que eu esteja massacrando o Brasil, não. Eu também amo muito o Brasil, pois lá no fundinho do coraçãozinho dele tem alguma coisa boa (praias, comidas típicas, algumas danças -- tipo: o frevo, e danças gaúchas ---que eu me encanto *u* entre outros). Mas pô, pra quê colocar baixaria no Funk?? Meu pai mesmo, BR Zueira de Carteirinha odeia Funk. Se passa algum carro com volume ao extremo, ele pega o megafone (sim, comprou um megafone só pra isso), vai na janela e grita: "SAI SEUS BANDO DE VIADOS! VAI TOCAR FUNK NO INFERNO, SATANÁS" hehe às vezes eu chego a me mijar de rir :'D
    Bom, mas cada um tem seu gênero musical, certo? Liberdade de expressão, okay... Mas também quem tem "muita" liberdade, que saiba respeitar a liberdade dos outros.
    Gostei muito do post. Adoro debates *u*
    Kissus~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yooo belezura!?
      Obrigadinha para você também >//////<
      Na verdade eu estou preparando um post especial de Natal desejando um feliz natal e ano novo para minhas amadas divas lendárias, porém farei isso em conjunto com minha irmã dona do blog OtakuLove, então tenho que esperar ela terminar uns negócios para fazermos o post juntas.
      Enfim, eu não sei quando irá lançar Ç.Ç, a única notícia que tive é que a Panini iria lançar o mangá em 2015, mas eu não sei em que mês Ç.Ç
      PARA TUDO! COMO ASSIM VOCÊ É JAPONESA!? OMG MOMENTO REVELAÇÃO! Agora eu entendo o porque da sua mãe manjar tanto sobre a cultura japonesa! Gente que desligadona eu sou, nem fazia ideia disso! Enfim, passado o choque vamos prosseguir..... Então somos duas porque para mim funk também é repugnante!
      shaushaushaushaushu masoque!? Ai mds, pera, calma.......Uma família japonesa e um pai BR zueiro, cara eu teria que ver isso com meus próprios olhos. Mas enfim, sim o funk norte americano é MUITO melhor, mesmo que contenha algum palavrão é algo raríssimo de se ver, sem mencionar que as letras nem podem ser comparadas com essa putaria das nossas. E mesmo que eu também saiba que o Brasil possui pontos muito fortes, fico chateada quando não dão espaço para eles e sim para funk, o pior de tudo é que nem os funks mais leves possuem espaço, é sempre aquelas putarias! =/
      Pois é, eu não me importo sobre existir funk e talls, porém que me tomem vergonha na cara e não saiam colocando o som a todo o volume, principalmente quando a música tiver uma letra mais pesada.
      Kiss

      Excluir
  9. Eu moro em portugal como você sabe, a unica ideia que esse povo tem de nos e que as mulheres so sabem dança e os homens só sabem rouba.
    Eu sou magrinha, e quando vim para ca falaram que eu nem parecia brasileira, pois nao tenho bumbum grande, pernas grossas, seios grandes, e nem sei dança. E pior não pareço ser brasileira pois sou inteligente.
    Aqui a imagem que mostrar do brasil e que somos um povo que gosta apenas de festa e de curtir o tempo todo, mas essa imagem é o que aparece tanto nos canais portugueses como nos canais brasileiros.
    Aqui as musicas brasileiras que tocam são essas em letras sem nenhum conteúdo, então na sala fico ouvindo comentário falando que brasileiros não sabem fazer musicas, que as suas musicas só falam de mulheres e bebidas. Esse tipo de musica na minha opinião NÃO É CULTURA, essas musicas transmitem uma péssima imagem do nosso pais.
    Com carinho, |Aishiteru em Contos|

    ResponderExcluir