16.7.16

Shoujos: Apenas os diferentões

Yoo minhas divindades da terra! Tudo melzinho na chupeta!? Comigo as coisas andam o mesmo de sempre, ou seja, estou aqui vadiando na internet e não fazendo nada de produtivo. A maior novidade que tive, é que esse fim de semana eu fui me encontrar com duas amigas minhas do ensino médio (e pensar que já são 5 anos de amizade!). Enfim, nós aproveitamos para fofocar, comer bolinho e brincar com joguinhos. Mas, fora isso nada de grandes aventuras, talvez eu possa ir viajar assim que meus irmãos também entrarem de férias, porém como a escola da minha irmã entrou em greve (no começo do ano), eles nem sabem se terão férias. Ah, e quase que eu me esqueço: Fiquei sabendo que Portugal venceu o campeonato Europeu. Fiquei feliz por ter sido Portugal o vencedor, pois além da minha família paterna ser de Portugal há meus miguxos do blog por aí, então eu estava torcendo pela nação de vocês O/  Bem, mas chega de enrolar e vamos ao que interessa: Hoje eu vim para calar a boca dessas falsiane que ficam berrando aos 4 ventos que shoujo é tudo "chorinho colegial"....Meu filho, senta aqui e vamos conversar sério! Então, eu trago uma listinha marota e altos comentários sobre shoujos diferentosos para esse povo e vocês.

Contextualizando a treta
Bem, eu acho que todos sabem a fama que os shoujos carregam, certo!? É tipo yaoi, ou seja, rola umas polêmicas e uns bafafás nessas brisas da internet. Geralmente falam que é tudo mimimi colegial, muita purpurina, garotinhas bobas, muito choro, abusos (yes, quem disse que romantização de abuso só ocorre em yaoi!?), enredos fracos e tudo ilusão para fazer as garotas de trouxas....Okss, talvez a última opção seja completamente verdadeira. Porém, entretanto, todavia, essa visão "mimimi colegial" é completamente "coisada" (vulgo estereotipada) do gênero. Além disso, quando tu vai lá de boas perguntar para essas criaturas que shoujos elas viram, as respostas acabam sendo mais clichê que muito shoujo colegial: Kimi ni Todoke, Ao Haru Ride, Sukitte ii Na Yo, LoveCom, Maid-sama...(www) SENHOR SEGURA ESSE MEU EXORCISMO! E isso que nem dá para falar tanto desses animes, pois cada um trouxe uma inovação e contextualizações diferentes. Enfim, mas focando nos exemplos:


Otome Youkai Zakuro
"Mas, Hina-chan tu já falou desse an..." E VOU FALAR NOVAMENTE! Meu blog, MINHAS REGRAS! (sou eu quem reino nessa bagaça) U-U Enfim, focando no anime: Ele conta a história da meio-demônio Zakuro, no qual trabalha numa associação especial que resolve casos envolvendo o sobrenatural, ou seja, situações ligadas a demônios e espíritos. Juntamente com ela há outras três garotas (Bonbori, Hozuki e Susukihotaru). E dando uma força moral para essas garotas há nossos três machos alfas (Agemaki, Ganryu e Riken), no qual foram designados para essa associação com o objetivo de melhorarem o relacionamento entre humanos e demônios (uma vez que, os humanos temem e possuem forte preconceito contra seres sobrenaturais). 

Enfim, esse anime merece destaque por vários motivos: 1) Nossa protagonista Zakuro não conhece a palavra humildade na hora de lacrar. Ela é forte, independente, manja das lutas e sempre concluí o seu trabalho. 2) O foco da história e dos personagens não é exclusivamente romântico, ou seja, a Zakuro não vive apenas pelo seu macho. Muito pelo contrário, ela possui objetivos e sonhos, ou seja, conhecer melhor o seu passado e se possível reencontrar a sua mãe desaparecida. 3) Além do romance há outros relacionamentos que são muito bem trabalhados e mostrados. O anime trabalha questões fraternais, mostra como Zakuro, Bonbori, Hozuki e Susukihotaru são muito apegadas umas às outras, como se fossem irmãs/família. É mostrado como a Zakuro é importante para as três garotas e como elas também são extremamente importantes para a Zakuro. 4) Temos uma trilha sonora incrível, mistério e cenas de ação muito belas: Com uma ost linda e um climão de "encantamento" maravilhoso. 6) O passado dos personagens é abordado de forma bem simples, porém se encaixa perfeitamente ao enredo, explicando melhor como as como as garotas chegaram na associação e até mesmo ajudando a entender a própria personalidade / comportamento delas na história. 5) E mesclado a tudo isso temos um romance leve, que vai crescendo tranquilamente: A Zakuro aos poucos vai entendendo o Agemaki e aceitando as novas mudanças que estão ocorrendo no Japão, ou seja, ela vai aceitando os humano e a ocidentalização. Já o Agemaki, que no começo era um cagão com demônios, aprende a não temer mais eles, aprende a confiar na Zakuro e a compreender ela e o lado mais tradicional do Japão (uma vez que o principal problema entre os demônios e humanos é a ocidentalização que está acontecendo no Japão, no qual alguns demônios têm perdido o seu lugar de paz).



Otome Youkai Zakuro é um anime simples, leve e que foge de todos os clichês: Nada de mimimi colegial, o ambiente é um Japão feudal presenciando a sua ocidentalização. Nada de garotinhas fracas e choronas, por mais que as personagens femininas apresentem um lado delicado, elas lutam, elas lacram, elas não fogem do perigo, aliás, quem salva o povo nessa história são as garotas! Tanto o Agemaki quanto o Ganryu são salvos várias vezes por suas parceiras. 

Skip Beat
"Mas, Hina-chan..." DE NOVO SIM, QUAL O PROBLEMA!? E se eu quiser pago uma de loka e resenho novamente o anime aqui e agora u-u Enfim, o anime conta a história de Kyoko, uma jovem garota que curte pagar uma de masoquista, no qual vira empregadinha de seu amigo de infância Sho, pois está apaixonada pelo mesmo desde sua infância. Eis que um belo dia ela descobre que o miguxo de infância dela estava na verdade se aproveitando de sua ingenuidade, ou seja, ela descobre que nunca passou de uma simples empregada para ele. Sendo assim, nossa Kyoko larga um foda-se maroto e declara guerra contra Sho, no qual ela busca entrar no mundo do entretenimento para superar a fama do amigo de infância, roubando todos os holofotes dele. 

Enfim, esse anime é simplesmente genial: Primeiro temos uma protagonista completamente determinada, meio maluquinha, com uma vontade enorme de ver o corpo do Sho sangrar, e com um talento para interpretações incrível. O belo do anime é ver todo o desenvolvimento da protagonista, ou seja, como ela deixou toda a sua vingança de lado, para amar verdadeiramente o mundo do entretenimento, para fazer disso tudo o seu futuro e não apenas um mero lugar para ter a sua vingança. No começo vemos uma garota meio arrasada, desiludida, no qual deixa de acreditar nos outros e passa a se preocupar apenas com a sua vingança. Porém, assim que ela entra para o mundo do entretenimento as coisas vão mudando: A Kyoko passa a conhecer novas pessoas, passa a fazer fortes amizades, volta a acreditar nos outros, ou seja, ela perde o seu medo de confiar em outras pessoas e começa a se doar de corpo e alma para ajudar os outros a sua volta e para se auto-ajudar. Ela percebe que o sonho dela não é dar o troco no Sho, e sim, é trabalhar nesse meio, crescer e se tornar uma pessoa reconhecida, pois é isso que ela passou a amar. 

O anime/mangá mostra um crescimento espetacular da personagem como profissional, ele mostra que é necessário errar, tentar novamente, errar novamente, que as coisas não caem do céu como se fosse um anime shounen! A Kyoko teve que tombar várias vezes para acertar, mas quando ela acerta, ela simplesmente lacra altamente! É aquele momento de arrepiar a alma, pois quando essa garota acerta ela samba altamente na cara de tudo e de todos. Além disso, nós temos o nosso macho alfa Ren, no qual é um amorzinho de pessoa. Ele é quem se torna a inspiração da Kyoko (além de futuro macho pegável dela e-e), portanto a Kyoko o respeita imensamente, o admira imensamente. Mas, ao mesmo tempo em que a Kyoko aprende várias coisas com o Ren e supera várias coisas graças a ele, o mesmo também aprendeu uma caralhada de coisas com a Kyoko e superou vários traumas e problemas que ele tinha graças a Kyoko. 



Ou seja, é um romance fofo, leve, baseado numa parceria muito gostosa entre ambos, não tem essa de "macho dominando tudo", ambos se ajudam, ambos admiram um ao outro e ambos lutam juntos. Entretanto, ambos possuem os seus próprios sonhos, se viram sozinhos quando o momento chega, caminham com suas próprias pernas. Não tem essa da Kyoko ficar correndo atrás do macho dela porque quer viver ao lado dele. Ela sabe que correr atrás dos seus sonhos não a impede de ficar ao lado do Ren, o mangá sabe que não é necessário os dois trilharem o mesmo caminho para ficarem juntos. Cada um tem a sua vida, mas ao mesmo tempo possuem a vida deles juntos!

E além disso tudo, nós temos um elenco incrível, no qual só possuem coisas para acrescentar na história, todos os personagens muito bem colocados, e todos eles contribuindo para o amadurecimento da Kyoko. É um mangá que se foca em superação, sonhos, mudanças, e tudo isso se passando num ambiente completamente diferente da "purpurina colegial", no qual é mesclado um romance fofo com leves toques de drama envolvendo o passado de cada personagem. Enfim, é anime para vocês verem e mangá para vocês lerem COM TODA A CERTEZA.

Nodame Cantabile
"Hina-chan, isso está se tornando uma retrospectiva de suas resenh..." SIM, ESTÁ! QUAL O PROBLEMA!? É sempre bom dar aquela motivada por livre espontânea pressão <3 Enfim, Nodame Cantabile é um dos meus shoujos queridinhos, eu pouco falo dele aqui, porém eu tenho um enorme carinho por ele. A história se resume em Nodame, uma estudante de piano (no qual, se torna stalker de Chiaki nas horas vagas), percorrendo o seu caminho pelo mundo da música clássica ao lado de seu senpai da faculdade chamado Chiaki, um jovem prodígio que também estuda piano, porém possui o sonho de se tornar um famoso maestro de orquestra. O anime, assim como em Skip Beat, aborda o crescimento profissional de Nodame, ou seja, como ela entrou na escola de música, o porquê de ela estar estudando piano e onde ela quer chegar com isso. Aliás, Nodame Cantabile possui uma pegada "profissional" bem parecida com Skip Beat, pois nós vemos como a Nodame passou a encarar a música e o piano de forma mais sérias (assim como a Kyoko de Skip Beat passou a encarar a dramaturgia com seriedade). A princípio Nodame queria ser apenas uma professora de música para creches, mas aos poucos ela vai superando alguns traumas e levando a sério o piano, até estabelecer o seu verdadeiro objetivo: Se tornar uma pianista profissional. 

Nós vemos todo o crescimento e desenvolvimento da Nodame, do Chiaki e de todo o elenco. Todos os personagens são extremamente habilidosos: Nodame tem um dom incomparável para o piano, Chiaki tem um potencial incrível para ser maestro (tirando o temperamento explosivo), já os outros personagens possuem suas devidas habilidades nas áreas em que atuam, ou seja, temos ótimos violinistas, cantores, flautistas e por aí vai. É mostrado todo o trabalho duro, treinamento, perdas, tombos no mundo da música clássica até chegar ao topo. E tudo isso mesclado com um romance leve, divertido, maluco, com uma protagonista feminina carismática, talentosa e um personagem masculino meio rabugento, tsundere, mas que perde o rumo quando a Nodame está longe.


Aliás, esse é outro ponto belo do anime: Cada um segue o seu caminho, cada um vai atrás dos seus sonhos e apoia um ao outro. O Chiaki conseguiu resolver certos problemas graças a Nodame e ela resolveu os dela graças ao Chiaki, mas ao mesmo tempo eles mesmos resolveram suas próprias situações. Ou seja, os personagens caminham por eles, mas também conseguem se manter unidos e juntos. Enfim, é um shoujo divertido, incrível, que você assiste e implora por mais. Não tem como botar defeito nele, pois é tudo espetacular, todos os personagens muito bem aproveitados, muito bem desenvolvidos, uma protagonista incrível, sem choro, sem mimimi, e uma trilha sonora de tirar o fôlego e momentos de arrepiar a alma! O anime conseguiu transformar música clássica em algo épico de arrepiar o corpo. Quando a Nodame vai tocar, ou quando o Chiaki está para conduzir uma orquestra brota aquele sentimento de "PQP EU QUERO VER ISSO"

Hakushaku to Yousei
Quero ver reclamações agora! Eu tenho certeza que nunca falei desse anime por aqui (okss, apenas uma vez no meu passado obscuro com esse bloguinho, no qual iremos deixar BEM enterrado). Enfim, esse anime se passa na era vitoriana (eu acho, mas pelas roupas deve ser), e se eu não me engano se passa na Inglaterra..."Mas, Hina-chan tu não sabe nada, néh!?"...Paciência, pois faz tempo que eu vi esse anime. Pois bem, mas focando na sinopse: Ele conta a história de Lydia uma jovem garota que trabalha como Fairy Doctor, ou seja, uma pessoa com "poderes" capaz de enxergar fadas e espíritos, resolvendo problemas envolvendo os mesmos. Enquanto isso temos Edgar, um cara um tantinho suspeito com pinta de príncipe encantado, mas que não passa de um pobretão que mal tem onde cair morto :v Eis que devido algumas tretas nosso macho alfa Edgar acaba """""contratando""""" (vulgo faz umas mutretas) a Lydia para ajudá-lo em seus objetivos (vulgo passar a perna nos outros e--e).

Eis que temos mais outro anime que quebra todos esses esteriótipos de shoujos: 1) Temos uma protagonista novamente determinada e decidida que não fica fazendo choro nem drama. 2) Temos um elenco incrível e super carismático, o Kelpie (uma espécie de espírito aquático / cavalo marinho meio-humano) e o Nico (um gato "encantado") são umas figuras, enquanto o Kelpie é resumidamente um stalker querendo o corpinho de Lydia, o Nico é um amorzinho de companheiro, sempre ao lado da protagonista dando uma força, cuidando dela e entrando em desespero com as loucuras que acontecem. 3) Um enredo leve e divertido, com os seus mistérios, suas tretas, seus momentos de fofura e com uma parceria meio louca entre a Lydia e o Edgar. Ah, e não se enganem! As tretas nem sempre estão relacionadas a "mimimis amorosos", nada de chorinho pelo senpai não notar, nada de "amiguinha de infância" para tretar.... Pelo contrário, quem é a diva glamourosa dessa bagaça é a nossa querida Lydia, sempre atraindo olhares, mas NUNCA se tornando uma princesinha indefesa que não sabe dizer "não" aos machos! (que nem umas *coff* Yui *coff* *coff* da vida, de uns anime sadomasoquista *coff* DiaLovers *coff* *coff*).



A única coisa triste dessa perfeição é que o anime foi baseado numa novel, ou seja, para saber o restante da história só lendo a novel. E até onde minhas pesquisas estão corretas, na novel rola altos beijinhos (e coisas além e--e) com direito a um filho muito fofinho <3 Se quiserem temos também o mangá que foi traduzido pela Toshi Wa Yume (sim, o mesmo povo divo responsável por Kamisama e Akatsuki No Yona), porém eu não sei o quanto do mangá é igual ao anime e muito menos se ele continua a história do anime ou não. Ou o quão fiel ele é a novel, e que trechos dessa novel ele adaptou. Mas, de longe vale a pena conferir o anime, o mangá, e se conseguirem a novel, pois a história é incrível, um elenco carismático, uma protagonista maravilhosa e um romance muito fofo <3 Querem mais motivação para ver esse anime!? Aqui está a motivação necessária :v  

Senjou No Valkyria 
Okss, talvez possa rolar uma discussão sobre o quão shoujo esse anime verdadeiramente é, uma vez que ele foi baseado num game de Play2 então o seu "gênero" fica meio ambíguo. Porém, entretanto, todavia, a protagonista é uma garota, tem um climão de purpurina por trás de todos os tiros, explosões, bombardeios e mortes e temos machos alfas disputando o coração de nossa guerreira. Então, eu acho que dá para classificar como shoujo u-u (meus anos de experiência com esse gênero não me enganam!...Eu espero e-e''').

Enfim... O anime conta a história de Alicia, uma jovem aprendiz de padeiro que se alista para o exército de Gallia com o objetivo de proteger o seu país da guerra que se alastra pela ragião. A treta acontece por causa da Ragnite, um recurso extremamente importante, no qual serve desde combustível até remédio, sendo assim atraiu os olhares de países vizinhos que passaram a travar guerras entre si, atingindo o país neutro de Gallia. E nessa confusão toda nossa guerreira Alicia conhece o biólogo Welkin, no qual juntamente com mais uma galera de miguxos irão formar o sétimo pelotão do exército de Gallia para botarem para correr esses filho da putagem que vieram fazer zueragem no país deles <3

Okss, nosso shoujo já começa de uma maneira bem diferente: Guerra, tretas, explosões, tiros, mortes e mais uma caralhada de coisas. Nós temos uma ótima protagonista, no qual possui o seu lado extremamente amável, mas sempre ativa e corajosa, tanto que em certos momentos é comparada com uma Valquíria em campo de batalha. Além disso, o bacana do anime, é que ao invés do destino da nação estar nas mãos do macho alfa, ele está na verdade nas mãos de nossa protagonista! Sim, quem possui o poder de fogo necessário para calar a boca das falsiane que invadiram Gallia é a nossa querida Alicia. Mas, ao mesmo tempo nosso macho alfa não se torna um inútil, ele se mostra um incrível estrategista, fazendo planos mirabolantes (vulgo pseudo-suicidas e malucos), no qual logo passa a chamar atenção de seus superiores.


Porém, o brilho e glamour não fica apenas com os nossos protagonistas, o elenco inteiro é incrível: Cada personagem é muito bem colocado na história e possui um passado e desenvolvimento incríveis. Alguns personagens trarão verdadeiras lições de vida, principalmente sobre o preconceito com outros povos, no qual aprenderão a lidar com as diferenças, perdoar o passado e respeitar o próximo. Enfim, é um anime caralhudo, que tem guerra, tem morte, tiro, explosão, estratégias militares malucas, altos papos sobre preconceito, um romance fofo, leve, sem choro, sem mimimi, formado a partir de uma parceria e amizade muito bacanudas entre os protagonistas... Se fosse para colocar algum problema nesse negócio, seria com o imperador que está invadindo Gallia. Pois, no final das contas ele só era alguém com uma desculpa qualquer para ferrar com a vida dos outros. Mas, ainda assim foi um ótimo anime e de quebra com um episódio especial (de 10 minutinhos, se eu não me engano) MUITO FOFENHO E QUERIDINHO <3 (no qual, seria um tipo de epílogo / final fechadinho da história).

Ayashi No Ceres
Okss, talvez possa rolar umas filosofadas se isso é um shoujo ou josei, mas de qualquer forma ele ainda contém elementos shoujeiros, então é shoujo e fim u-u Enfim, nós temos nossa queridinha Aya e seu irmão gêmeo Aki pertencentes a família Mikage, no qual possui fama, glamour e dinheiro, além de alguns mistérios e tretas cabulosas. Eis que em seu décimo sexto aniversário Aya e Aki descobrem que estão metidos no meio dessas tretas cabulosas, uma vez que Aya carrega a alma de Ceres, um ser celestial com enorme poder que "amaldiçoa" a família Mikage. Enquanto isso, Aki é quem carrega a alma do ancestral dos Mikages, no qual possui as suas ligações e tretas com Ceres. Eis, que essa família super unida ordena que matem Aya, para se livrarem de Ceres e dando início a nossa treta marotinha. 

Enfim, Ayashi no Ceres ganha vários pontinhos principalmente pelo enredo, pois é algo diferente, com várias cenas de ação, com muito sangue, com pouca piedade, ou seja, quando é para dar merda vai dar MUITA merda. Portanto, nem sempre aquele seu personagem queridinho irá sobreviver. Temos drama e muito temos mistério, pois ninguém sabe muito bem o que aconteceu com a Ceres, ou seja, como ela desenvolveu esse ódio pela família Mikage, muito menos o que aconteceu com o ancestral da família. Além disso, nós temos o nosso macho alfa Tooya, no qual inicialmente trabalhava para os Mikage vigiando a Aya para tentar capturá-la, mas aí rolou aquele sentimento, o miguxo lá de baixo dele se interessou pela Aya, então "foda-se" os Mikage e--e Enfim, nós também não sabemos nada sobre o Tooya, aliás, o maior mistério é sobre seu passado e sobre quem ele realmente é. Pois, além das memórias dele serem muito vagas, a família Mikage nos faz o favor de ferrar com a cabeça do pobre coitado através de chantagens, experimentos e manipulações.


Outros pontinhos que o anime marca é sobre a própria Aya, pois ele é aquele tipo de personagem mais "humana", ou seja, ela não fica de mimimi e choro esperando ser salva, mas também ela vai crescendo aos poucos. Então, nós vemos várias recaídas e tombos dela, porém nós também vemos ela se reerguendo e enfrentando as coisas de frente. Quando ela resolve meter a cara nos problemas ela vai até o fim. E ela não faz tudo por causa de macho, seus objetivos vão muito além de uma vida fofenha com o boy magia dela. A Aya quer principalmente salvar o irmão dela das mãos da família Mikage e ainda quer terminar com todas as confusões que sua família está fazendo, impedindo que outras pessoas sofram o que ela sofreu. 

Romeo X Julieta
Eu acho que não precisamos de sinopse aqui, certo!? O anime segue o mesmo princípio da história original: Duas famílias inimigas e um amor proibido. Porém, o anime conta com elementos de fantasia, no qual fazem parte do mistério da história. Enfim, nós temos a família de Julieta que era quem governava Neo Verona, porém o pai de Romeo resolveu dar um golpe de estado, matando toda a família de nossa heroína. Eis que com o passar dos anos, uma resistência pró-família Julieta é formada, no qual a nossa queridinha Julieta está metida no meio, se disfarçando de homem, para não descobrirem que ela ainda está viva e muito menos descobrirem que essa resistência pretende recuperar o trono. Porém, sempre tem que rolar aquela tretinha com o boy magia, sendo assim Romeo e Julieta acabam se conhecendo ao acaso e se apaixonando, tendo que enfrentarem uma série de questões políticas e familiares para garantirem o seu amor e a paz em Neo Verona.

Enfim, o anime é muito bom <3 A Julieta é uma diva lacradora que luta como ninguém. Essa mulher com uma capa e uma espada arrasa na cara das falsiane. Ela basicamente se mete em pequenas lutas, ajudando os mais necessitados. E até então, ela não sabe exatamente quem é e muito menos porque tem que se disfarçar de homem. Sendo assim, vemos todo o impasse e incertezas dela em aceitar as suas origens e o seu "destino", ou seja, recuperar o trono e trazer a paz e prosperidade para Neo Verona (uma vez que o pai de Romeu é um filho da putagem que só faz merda). Portanto, acompanhamos o desenvolvimento de uma garota que carrega o futuro de Neo Verona nas mãos, e o crescimento de um jovem rapaz nobre que passa a descobrir quem é realmente o seu pai e a política corrupta que o mesmo está aplicando na região. 


Romeo X Julieta é um anime que mostra muitas reviravoltas e muitas decisões complicadas, pois de um lado temos Julieta tendo que matar o pai de seu amado e retirar a família dele do trono. E do outro, nós temos Romeo tendo que escolher entre apoiar o seu pai e deixar Neo Verona afundar no caos, ou trair o seu pai e se juntar a Julieta para salvar o lugar onde eles moram. E é todo esse jogo de família, interesses e romance que vemos no decorrer da história, juntamente com um final lindo, maravilhoso e muito marcante <3

Toshokan Sensou
Eu também já devo ter comentado sobre essa criaturinha por aqui, mas é provável que tenha sido num período muito obscuro do blog e/ou num período pseudo-obscuro, então vamos esquecer esses tempos tenebrosos e fingir que eu nunca comentei sobre esse anime. Enfim, a treta dessa história é a seguinte: O Japão vive um regime governamental (fictício), no qual os meios de informação e entretenimento são fortemente censurados. Eis que surgem dois grupos dispostos a combaterem essa censura: Um deles mais politizado visando o benefício a longo prazo, ou seja, buscando mudanças internas. E o segundo, visando um tipo de resistência que buscasse por resultados momentâneos, tentando impedir que a liberdade das pessoas em adquirir conhecimento fosse retirada. É nesse segundo grupo que temos nossa protagonista Iku, no qual se alista num tipo de exército "especial" para proteger os livros e bibliotecas, no qual são os maiores alvos da censura, sendo protegidos por esse exército "especial". 

Sendo assim, é mostrado a luta desses dois grupos contra a censura, a ideologia de cada um deles, a maneira como o governo implanta a sua censura e todo o desenvolvimento da nossa protagonista. Aliás, falando da Iku, ela é mais outra diva lacradora! Pode ser meio cabeça quente, mas sempre está se esforçando, e quando tropeça aprende com os seus erros e se reergue sempre. É alguém que no começo pode ser meio atrapalhada, mas com o decorrer da história aprende a equilibrar mais as suas explosões e tomar controle da situação. Por outro lado, temos o Dojo, o nosso macho alfa, no qual é o superior de Iku, e mais outro sofredor de tsunderimos, ou seja, paga uma de durão, mas é o primeiro a entrar em desespero quando alguma coisa acontece com a Iku. Além disso, o mesmo possui uma grande admiração pela protagonista, reconhecendo todo o esforço dela e dando os devidos sermões quando necessário e consequentamente ajudando no amadurecimento da mesma.


Enfim, é um anime que fala sobre a importância dos livros e os problemas da censura, misturado com um romance muito fofo, um casal meio maluco, uma protagonista explosiva e lacradora, um macho alfa tsundere e tímido, um elenco incrível que sabe amarrar todas as pontinhas do anime e ainda por cima dá aquela força para o nosso casal sedução <3 Ah, e lembrando que ainda temos um filme que se passa após a história do anime e um mangá (porém, só em inglês Ç-Ç).
   
Comento de novo sim u-u
 Akatsuki No Yona  Esse ganha pontinhos em todos os closes. Primeiro temos uma protagonista caralhuda com um desenvolvimento espetacular, se duvidar foi a personagem feminina de shoujo com o maior background que eu já vi. Essa loka não cansa de lacrar e surpreender no decorrer do enredo. E falando em enredo, que loucura de de tretas, despedidas, reencontros são aqueles!? Um enredo que amarra todas as pontinhas perfeitamente, que conecta um personagem ao outro e que possui habilidade de nos fazer sair de uma gargalhada para um choro em questão de segundos. É diferente, é fofo, engraçado, dramático, TENSO (passei uma semana digerindo os acontecimentos do capítulo 91... Essa mangaká tá brincando com o meu plano de saúde). E de quebra tem romance fofo com um baita macho alfa perfeição, sonho de consumo de toda mulher e zona de perigo para qualquer homem hétero e--e

 Hakuouki  MUAHAHAHAHAHA óbvio que o meu Hijikata sedução estaria aqui <3 Como eu deixaria de fora não apenas um baita shoujo diferentão com dois fucking filmes lacradores, como também a melhor adaptação de otome game já feita! Temos um harém inverso NÃO filha da putagem, ou seja, nada de um monte de machos querendo comer a protagonista. Na realidade, o harém é basicamente o cupido entre o Hijikata e a Chizuru (protagonista feminina). E falando na Chizuru, vejam só, ela nasceu com um ótimo cérebro <3 Ela é quem cuida da galera do Shinsengumi, tratando seus ferimentos, dando comidinha, ajudando nas missões, é o "faz-tudo" deles (e um "faz-tudo" especial do Hijikata e--e). Além disso, temos uma trilha sonora caralhuda, muita ação (as lutas aqui sambam em muita lutinha de shounen: Principalmente as cenas de ação dos filmes) muito sangue e um drama com climão de honra e conduta samurai que só Hakuouki possui <3 E tudo isso com um romance lindo e um Hijikata rabugentinho que abaixa sua cabeça para a mulher que ama e surta de solidão quando a mesma não está por perto.

 Akagami no Shirayuki Hime  Outra garota poderosa de cabelos vermelhos fincada no meio de um reino <3 Essa é a nossa especialista em ervas/plantas chamadas Shirayuki, no qual possui doçura e poder na medida certa. Ela é independente, faz as coisas por ela mesma, é de longe uma profissional caralhuda em sua área e está sempre procurando aprender mais e se especializar em ervas e curas. Nossa protagonista mete a cara nos problemas e não foge de ninguém, sempre superando qualquer obstáculo que apareça. Já do outro lado nós temos Zen, o nosso príncipe encantado em seu cavalo branco. Além de ser extremamente competente no seu trabalho, ele confia imensamente na Shirayuki, admirando todo o conhecimento e força da mesma. Enfim, é um anime leve, com um romance MUITO adocicado, ou seja, se você estiver precisando curar aquele shipp filho da putagem que resolveu não se pegar ou deu uma de suicida, esse romance vai restabelecer a sua força shippeira (e te dar umas vidas extras para os próximos shipps filhos da putagem). As tretas do anime podem não ser altamente tenebrosas, mas o que se destaca mesmo são os personagens: Todos muito carismáticos, independentes, fortes, e óbvio a nossa protagonista que não cansa de arrasar nos closes certos <3

Finalizando os surtos
Na boa, depois disso se aparecer alguma alma encapetada dizendo que "shoujo é tudo a mesma coisa"... VAI ROLAR MUITO SANGUE POR AQUI. Eu poderia também ter colocado Kamisama Hajimemashita e Inu x Boku SS, mas eu já falei tanto dessas desgraças com vocês que eu resolvi dar uma trégua.... Quem eu estou querendo enganar, é que me deu preguiça mesmo :v Enfim, eu super recomendo todos esses shoujos, mas como eu sei que nem todos possuem o tempo necessário e a paciência para lidar com shoujos, PELO MENOS Nodame Cantabile é uma obrigação de vida de vocês! Na boa, esse shoujo é muito caralhudo, é muito bom, é muito fofenho, é aquele tipo de anime e personagens impossível de não amar. Tu se apaixona por todo mundo, principalmente pela Nodame e o jeitão meio maluco dela, e pelo o Chiaki, no qual paga uma de gente certa da cabeça, mas que no final é tão fora da casinha quanto a Nodame e-e. Sério, a minha super recomendação de hoje é Nodame Cantabile.......(mas se você estiver com tempo livre, também recomendo Skip Beat, aliás, depois de ver Skip Beat é de extrema importância que vão ler o mangá, pois lá há muito mais lacração da protagonista, muitas tretinhas amorosas, muitas superações e revelações sobre o passado da galera).


Bjos no Kore


P.s: Prometo que o próximo post será melzinho na chupeta, apenas uma tag e umas conversinhas aleatórias... Enfim, eu poderia finalizar isso melhor, mas eu tô com preguiça :v


17 comentários:

  1. YOOOOOOO, HINA-CHAN!!!!! Ainda bem que tu fizesse esse post, pois realmente estou precisando de umas indicações de shojos menos purpurinas colegiais, sabe? Um que eu ainda vou me prestar a assistir ~porque tanto a Shana quanto você falaram super bem dele~ é Orange, que eu já vi o teaser, e a arte tá bem bonita; Fiquei deveras curiosa com o enredo de Orange, não vou mentir.

    Eu gosto muito quando não só os animes, mas também os games demonstram protagonistas femininas fortes em seu enredo. Nesse quesito, minhas personagens favoritas vão ser pra sempre Deunan Knute (Apleeseed) e Esther Blanckett (Trinity Blood); Claro, as duas não são protagonistas de shojos, mas estão envolvidas em um romance no meio de toda a batalha que as duas se envolvem, demonstrando que apesar da aparência delicada, elas conseguem colocar uma cambada toda de marmanjo pra correr. Um lugar que eu sinto falta dessas coisas são nos games, mas também temos nossos nomes fodas por lá, como por exemplo em Resident Evil (Jill Valentine, Claire Redfield e a nossa vilã Ada Wong), em Bayonetta (preciso nem dizer o nome) e até mesmo em MGS (Porque todo mundo sabe que antes do Big Boss ser o fodão da cocada preta, ele levou altos cassetes da The Boss, a mestra dele). Mas enfim, focando nos shojos:

    Esse enredo de Skip Beat me lembrou muito Apleseed (tá, eu tô ligada que é um seinen, mas o romance da trama pode se encaixar nesse caso), principalmente porque o Briareos apenas suportou perder seu corpo e se transformar em uma máquina para não deixar a Deunan sozinha, e a Deunan só não deixou de trabalhar para o governo de quem ela tanto pegou ódio por conta destes estarem sobre o controle da troca de prótese de Briareos, logo eles poderiam trazer ele de volta a vida ~isso é mutchu lindo *~*. Ambos se respeitam, ambos se admiram, e ambos morreriam pelo outro se assim fosse preciso.

    Mano, eu fiquei TENTADISSIMA a ir ver Hakushaku to Yousei há um tempo atrás (Principalmente depois que eu soube que a voz do Edgar é a mesma do Ayato), mas eu desisti e decidi que vou dar um jeito de ler a novel mesmo, que a propósito, parece ser mais de uma '-'. Kkkkkkk, Yui é a eterna masoquista dos animes (A treta pra saber quem é a oficial fica entre ela e a Kotoko, lá do Itazura na Kiss), mas e se eu te contar que ela é menos masoquista no game? É sério, ela é menos lerda nos games, principalmente no Dark Fate (A missão do Lost Eden é ser melhor que o Dark Fate, e essa eu tô pagando pra ver).

    AIEE, AYASHI NO CERES ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ Senhor, o mangá de Ayashi no Ceres mora no meu coração hoje, amanhã e sempre (A propósito, tenho pra mim que ele é Josei mesmo). Eu CHOREI ALTAMENTE com o final de Ayashi no Ceres, e pra tentar esclarecer algumas coisas sobre ele, eu acabei indo pegar alguns resumos das novels que tinham disponíveis na Internet. Eu só não achei a Novel do irmão da Aya (que parecia ser bem interessante também) mas de resto acho que li tudo.

    No caso do Nodame Cantabille, fiquei muito tentada a ver também. No momento, um anime que tem me atraído a atenção é Air TV, e vou tentar achar um tempinho pra ver

    Por aqui me despeço

    Kissus ♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. YOOOOO LIVES O/

      Eu num tô acompanhando o anime de Orange, MAS TE DIGO QUE O MANGÁ FOI MUITO CARALHUDO! PQP que negócio que me fez suar muito pelos olhos e que meteu umas mutretas lindas <3 Sério, orange é de longe um shoujo diferentão. A forma como o enredo e os personagens caminham é fora de série (e a forma como ele crava a faca bem na ferida.... Prepare o coração para fortes emoções xD)

      Eu também adoro quando outras formas de "história" tacam protagonistas femininas fodonas que mostram quem é que mandam <3 Em games eu num manjo muito, pois inglês e play2 num tão em harmonia comigo Ç-Ç (e muito menos dinheiro para um vídeo game novo). MAS, eu adoro quando animes shounen e qualquer outra coisa tacam mulheres poderosas <3 Como a minha diva Akane de Psycho Pass e agora a Lizzy em Kuroshitsuji!

      PODE TER CERTEZA QUE TU ACERTOU EM CHEIO O CLIMÃO DE SKIP BEAT! É bem como em Apleseed, ou seja, é uma perceria muito gostosa que rola entre os protagonistas. Cada um dando aquele "empurrãozinho" quando necessário, mas deixando o outro andar por si próprio. É um anime/mangá espetacular, com MUITOS momentos da Kyoko (protagonista de Skip Beat), LACRANDO NA CARA DAS INIMIGAS! Manu, são vários momentos de arrepiar a alma com a Kyoko. Quando essa loka se bota pra atuar PODE TRAZER O TAPETE VERMELHO, PORQUE É LACRAÇÃO SEM FIM! Não tem como explicar o anime/mangá, porque só vendo para sentir a emoção. Todos os personagens são uns amores, todos muito bem desenvolvidos, carismáticos e ver todo o caminho da Kyoko é lindo. Tipo, ver que lá no ep 1 ela só queria vingança e depois ela tomou amor verdadeiro pela interpretação, procurando melhorar e se especializar... Cara, perfeito <3

      O anime de Hakushaku é um amorzinho <3 E as confusões em que aqueles protagonistas se metem é coisa de outro mundo. Eles sempre tão fazendo alguma mutreta (principalmente o Edgar e--e). Eu só num sei sobre a novel, nunca cheguei a ler, mas já vi umas imagens de pirar o cabeção <3

      Pois é, tá aí uma luta tensa: Kotoko X Yui.... Cara, as duas são MUITO masoquistas '-' Aliás, eu nem sei como que os meus níveis de masoquismo não explodiram vendo Itazura na Kiss...Mas, Itazura é Itazura, ele é um dos poucos shoujos.....(Pera eu acho que é o único!) que mostra TUDO, desde o colegial, trabalho até fazendo uma filha linda e--e Eu acabo me deliciando com aquele masoquismo da Kotoko e esse romance todo <3 (aliás, teremos filme em formato anime deles <33333333).

      Gente, depois tu terá que contar TUDO sobre essa yui menos masoquista! E MENOS LERDA..... NECESSITO DE SPOILER E UM COMENTÁRIO DETALHADO SOBRE ISSO!

      NOSSA EU NEM SABIA QUE TINHA NOVEL! Meu deus, eu até estou revendo o anime <3 E SURTEI COM UMAS PARTES DO MANGÁ QUE EU FUI DAR UMA FURUNGADA <3 O final foi realmente muito bom <3 Eu me lembro que quando eu terminei de ver pela primeira vez eu sai com um misto de alívio, felicidade e MUITO CHORO!

      NODAME É BOM PRA CARAIOOOOOOOO! SÉRIO, MULHER POR TODAS AS FORÇAS DESSE UNIVERSO TU TEM QUE VER SABGAÇA <3 É fofo, é maluquinhi, é lacrante em trilha sonora, tem um romance pra lá de fofo e maluco, tem uma protagonista linda, diva, querida, cara é impossível não amar a Nodame! Tu se apaixona por ela ferozmente <3 E o Chiaki é uma graça todo rabugento tentando pagar uma de normal, mas no final das contas sempre entra nas loucuras da Nodame <3333 Sério, na boa, é uma super mega recomendação Nodame Cantabile <3

      Ah, e sobre Air TV, eu já assisti e é MUITO BOM <3 Ele é curtinho, tem um romance bem leve e fofo, TEM MUITO DRAMA, tem uns paranauês de fantasia que é muito bom <3 Só o final é que tem que prestar bem atenção para não dar uma bugadinha no cérebro. Ah, e tem também o filme que é um resumão do anime, porém com algumas coisinhas diferentes (e com um romance mais firme *U*).

      Kiss

      Excluir
  2. ADIVINHA QUEM REVIVEU? sei lá, a vovozinha? NÃO, SOU EU, JÉSSICA -q
    tá, só pra te situar é a Yuni vlw flw
    DAIJOBU HINA-CHAN? Eu não tô bem, tô fazendo várias macumbas a satanicidades (?) aqui pra ficar quente porque eu odeio frio e pela minha linda sorte nasci no Rio Grande do Sul / Soberano do frio. Masé aquele ditado né: "Vamo fazê o quê?" -q

    CARA VÁ TOMÁ NO CU QUEM DIZ QUE SHOUJO É SÓ ISSO *raiva off* e eu assisti tudo esses shoujo aí que as amiguinhas falam mas ok, senta que lá vem a história né

    Não, muá não assiste muito shoujo mas muá adora ;u; E AI COISAS DIFERENTONAS SZSZSZ AMODORO E IDOLATRO *adicionando tudo na listinha*

    EITA EITA, ADORO ANIME COM PROTAGONISTA LACRADORA ~quem não adora uma protagonista lacradiva? AWW EU TAMBÉM ADORO CENAS PURPURINADAS DE AÇÃO *por que eu botei aww nisso?

    AAAAH EU LI A RESENHA DO SEGUNDO ASUIDHAUIDHAI' acredite, não parece but it's true, e inclusive grande parte das vezes eu leio, começo um comentário e não termino pois largo o foda-se e vou comer; mas dessa vez eu decidi publicar sadisgraça
    Sério, eu quero MUITO assistir esse anime, primeiramente porque adoro gente que declara guerras tretosas (?) e depois porque adoro gente que é tipo "HA EU MUDEI CHUPA UNIVERSO" -qq

    Nossa, agora que tu falou, é verdade, tem alguns animes meio clichê onde as monas só ficam correndo atrás do macho '-' i don't like it e.e

    AH NOSSA JÁ BROTOU PIANO AI CRISTO KERO *parei* Nossa, animes que envolvem música chamam a atenção do corpitho aqui, não consigo não assistir :v sipá é por que muá tem aquela relação com música né non

    Mas sério, eu quero MUITO ver esse anime agora, vou acabar Love Live! Sunshine!! e vou assistir esse ;u;

    NOSSA ESSE PARECE ENGRAÇADO ou eu tô com muitos problemas de interpretação/cérebro/os dois E realmente GENTE EU AMO VER BOYAS DIVOSAS BAFÔNICAS ~

    Ok, Senjou No Valkyria parece muito sedudivo (?) pelo simples fato de todo mundo brilhar igual -q tá cria, mas nos outros todo mundo brilha também Ai que merda, não sei explicar ;u; Mas sei lá, Alicia divosona e o boy também divosão e aí todo mundo dando lição de vida = muita purpurina pro meu pequeno cérebro ;u; quero ver achar sasporra tudo legendada online

    Ayashi No Ceres, FINALMENTE UMA DESGRAÇA DA QUAL EU OUVI FALAR SAPORRA! e sim, muá se interessou só pela palavra "sangue", because muá amadora uns gore loko.
    Mas MEU SANTO CRISTO, quanta treta em um único anime e.e ~partiu assistir isso~

    Hina i'm going to bater em ti porque pelamor de deus toda vez que visito teu blog minha lista de animes aumenta um monte

    Romeu e Julieta né non? *menina já interessada* A-DO-RO mona que sabe lutar sério mona? NINGUÉM NOTOU e ai meu deus ME PARECEU MUITO INTERESSANTE SACOISA DE GENTE MORRENDO, DEPOIS MAIS GENTE MORRENDO, GENTE FUGINDO, GENTE AMANDO, GENTE MORRENDO E ASSIM VAI ~

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Nossa gente, comassim eles querem atacar as bibliotecas? Man que revolta é essa? VAMOS ACALMAR O CU PFV? Adorei esse também, e depois desse choque de purpurina eu duvido que eu vá conseguir continuar meu layout :'v Mas ok, muá supera isso.


      AI CU AKAGAMI NO SHIRAYUKIHIME EU ASSISTI EUEHUEHUEHUEHUEHUEHU' E esse anime é muito mozão .u. A Shirayuki é muito mozão, o Zen é muito mozão, E TODOS OS PERSONAGENS SÃO TÃO INCRÍVEIS SHESSUS! Realmente, eu preciso continuar a assistir a segunda temporada, já que eu AMO MUITO ISSO e planejo outro layout *pra variar* euhehuuehehu' E SHESSUS (de novo) mas que mona mais independente, quando a gente espera altas tretas malignas e boys magia é tipo ELA MESMA SE DEFENDENDO SOZINHA CARA SCRR ~não sei se foi nesse anime que eu ri muito alto porque o boy ia defender ela e ela se defendia sozinha, e ele ficava tipo com AQUELA cara de pastel :v

      SAUHASUHASUHASUH IMAGINA, A HINA PRA VARIAR COLOCAR KAMISAMA HAJIMEMASHITA! Que por falar nisso é tão amor ;u; eu adoro esse anime, e não, não li o mangá por pura preguiça, lide com isso -q

      JESUS GASTEI TODO MEU XP PRA COMENTAR AQUI, SAYONARA, VOU RECARREGAR >U< (pera, quê?)

      cute-universe.blogspot.com.br

      Excluir
    2. Já aproveito pra pedir parceria, aceite ou morra :v

      Excluir
    3. OLHA QUEM TÁ BROTANDO POR AQUI O/

      MULHER EU TE ENTENDO NAS SATANISSES! PORQUE EU TAMBÉM TÔ MORANDO NO RS Ç-Ç Então, vamos unir os nossos pentagramas de sangue para trazer sol e calor para essa desgraça de RS que NÃO SABE O SIGNIFICADO DE PAÍS TROPICAL U-U

      shaushuashusau eu também assisti todos esses shoujos que as amiguinha fala, aliás, muitos deles são os meus favoritos <3 Mas, eu também já assisti muito shoujo fundinho de quintal, BEEEMMM desconhecido, que infelizmente quase ninguém recomenda mesmo que eles sejam muito bons Ç-Ç

      shaushaushuashua eu de vez em quando também me esqueço de terminar o comentário e publicar e-e'''' Tamu junto.

      Enfim, ah pode ter certeza que em Skip Beat essa mulher lacra até não poder mais. É uma mudança de 360 nela e em tudo ao redor. De uma "amiguinha de infância bobinha" ela vira uma DIVA LACRADORA QUE MANJA DAS INTERPRETAÇÕES! E ainda ganha de brinde um macho alfa sensual e super fofenho chamado Ren. Mas, é lógico que para ela chegar onde chegou e começar a ser reconhecida ela teve que trabalhar MUITO e cair várias e várias vezes até acertar. Porém, esse é o bonito do anime, ver o esforço verdadeiro das personagens e como a vida realmente funciona <3

      Olha, se tu tá querendo ver muita música clássica, piano, orquestra, uma protagonista impossível de não amar (sério tu ama a Nodame logo de cara) um romance fofo, um boy magia surtadinho (mas que é um amorzinho) e um elenco maluco / competente / divo / que só melhora a história, então CORRE VER NODAME CANTABILE PORQUE É PERFEIÇÃO PAKAS <3

      Senjou no Valkyria tinha online legendado no Anitube, mas depois das tretas que deu eu não sei onde tem online Ç-Ç MAS, tem o Anbient é um ótimo site pra baixar animes. Enfim, todo mundo vida nesse anime, principalmente os protagonistas, no qual formam uma ótima dubla de lacradores. Mas, os outros personagens também trazem ótimas lições de vida. É um anime com romance, ação, drama, uma caralhada de reviravoltas, é muito bom <3

      Olha, se tu tá querendo ver treta na tua frente, então Ayashi no Ceres é perfeito! EITA ANIME QUE TIROU O DIA PARA TER TRETA E TRAGÉDIA! Senhor, é sangue, é morte, é treta, é drama, é confusão, é romance! É MAIS TRETA! (mas, eu acredito que no quesito sangue Hakuouki tenha mais).

      shuashuashuashua sorry, mas a minha missão em vida é aumentar a listinha de vocês e impedi-los de fazerem suas devidas tarefas *U*

      shaushuasuasu as vezes até dava uma peninha do Zen! O loko ia todo desesperado dar uma força para a Shirayuki, mas no final ela sempre resolvia os paranauês sozinha xD Enfim, a segunda temporada tá muito amorzinho, com mais love, e mais cenas MARAVILHOSAS desse casal sedução <3

      hsuashuashuashua é uma pena, pois o mangá tá cada vez mais amorzinho <3 E tem umas tretas e revelações delícia nele <3

      Kiss e bom recarregamento de XP O/

      Pedido de parceria aceito por livre espontânea pressão xD (já vou colocar o teu link nas raposas sensuais).

      Excluir
  3. CHEGUEI HINA-CHAN \O/

    Também fico vagabundeando pela internet, nas férias é uma loucura, o pc não me solta pra ver o mundo (OBRIGADA PC).

    Eu não assisto muito anime shoujo, mas eu preciso falar: Pra quem acha que esse tipo de anime, só tem meninas frágeis e é tudo meloso e blá blá blá VOCÊ NÃO SABEM DE NADA INOCENTES!! NEM TODO SHOUJO É ASSIM NÃO. "Ain mais a maioria é si.." NEM VEM QUE NÃO TEM.
    KAICHOU WA MAID SAMA SZSZ!! Esse anime é um dos que tem uma ótima história e uma protagonista 10/10. Eu sempre ri com o Usui, quando ele fazia umas piadas e deixava a Misaki toda brava :v, outro exemplo também é Toradora *sofri porque eles demoraram um século pra se ajeitarem, MAS FOI QUE FOI DEPOIS*, a Taiga é foda porque ela é toda durona ~porém tem vergonha~ mas mesmo assim não é aquela coisa toda melosa.
    NESSA POSTAGEM ESTOU DESCOBRINDO QUE NÃO VEJO QUASE NADA DE SHOUJOS, SOCORRO. Me interessei por alguns que você citou e já prevejo mil machos 2D, o ruim de animes shoujo é QUE SÓ TEM GENTE BONITA PQP!! *até que isso não é tão ruim assim na verdade...*

    Akagami no Shirayuki Hime tá na minha lista enorme de animes pra ver :'), eu vi ele no Canal da Haru e me interessei bastante e a história parece ser bem legal, mas ainda não sei se vejo ele ou não: SÓ SEI QUE NADA SEI (eu sou uma pessoa bem indecisa e confusa huehue).
    Inu x Boku SS EU PRECISO VER TAMBÉM, SOCORRO. Se tem personagem de cabelo branco eu já tô DOIDONA pra ver (sim, eu tenho um grande amor por personagens de cabelo branco. PORQUE SERÁ NÃO É? NEM SEI).

    ATÉ MAIS, LOUCA DOS SHOUJOS o/
    (até porque pra ver qualquer anime tem que ser louco mesmo).

    ResponderExcluir
  4. Yooo Hina-chan!! \o/

    Aeee, o post das purpurinas pra eu pegar vários títulos e colocar na minha listinha, hohoho! Quando você falou dos 5 anos de amizade, fui fazer as contas e já tenho mais de 7 anos de amizade com as amigas do ensino médio, ou seja, estamos tudo véia -q Mas é bom! :3
    Eu acompanhei o campeonato europeu (não que eu goste de futebol, nem gosto, mas meu pai e minha irmã ficam o dia inteiro vendo isso e-e') e apesar de eu estar torcendo pra Itália, ela não avançou pra final. ;-; Mas fiquei feliz por Portugal ter vencido, afinal foi um título inédito pra eles (pelo que ouvi nos programas que meu pai fica assistindo), então foi bem bacana. \o/

    HUAHAUHA pois é, acho que não dá pra falar de um gênero todo quando só se assistiu uma parte dele, ou seja, gente falando bosta sem ao menos ter conhecimento do assunto. Concordo que a gente tem que fazer críticas a algumas coisas sim, mas sempre respeitando e lembrando de não generalizar, aí fica tudo lindo pra todo mundo!

    Quando você começou a sinopse de Otome Youkai Zakuro, lembrei na hora de Supernatural, por conta do negócio de demônios e espíritos. ahsuahsuahsuahshua
    Mas já pela história vemos que ele foge bastante dos clichês, principalmente pelas personagens lacradoras! <3

    Skip Beat já está na minha lista há um tempo e eu já ouvi falar bastante desse anime. A história parece ser muito bonita, e gostei que ele foca no aspecto profissional da personagem, e não apenas no romance. Me lembrou bastante Nana! Fiquei com bastante vontade de ver. :3

    Nodame Cantabile também está na minha lista, você até me indicou, e gosto muito do tema que é música! <3 Acho que eu iria gostar bastante por esse ponto da música e também pelo drama, porque parece ser daqueles que a gente chora litros e litros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hakushaku to Yousei é um que eu nunca tinha ouvido falar. Parece uma história bem fofa, gostei da protagonista, que é mais forte e sem mimimis. <3

      Mais um que eu não conhecia, Senjou no Valkyria! Mas gostei dessa questão toda das tretas, guerra, caos e morte! E uma protagonista que vai pra guerra e tals! *u*

      Bom, Ayashi no Ceres não tem como não conhecer! hauahuahauh Apesar de que eu nunca li, mas está na minha listinha infinita. Sabe, eu não entendo nada dos gêneros, pra mim é super difícil diferenciar um shoujo de josei ou shonen de seinen ou yaoi de shonen ai ou etc, porque às vezes fica tão difícil de perceber - mas tanto faz, afinal eu não procuro animes pelo gênero, tanto faz pra mim. D;
      Enfim, voltando aqui pra Ayashi no Ceres: o ponto forte acho que é o enredo mesmo, porque é uma trama bem complexa e tem muuuito drama, afinal estamos falando de uma treta de família! Então deve ser muito bom mesmo!

      Romeo X Julieta é um que eu já tive muita vontade de assistir, depois dropei a vontade, depois voltei a ter vontade de assistir. -q Mas enfim, o bom é que a história parece ter algo diferente, tem toda essa treta política entre as famílias e tem a Julieta lacrando nas lutas! Deve ser uma história bem surpreendente com umas reviravoltas e muitas tretas. ~

      Toshokan Sensou eu também não conhecia, aliás fiquei curiosa, o que seria esse período obscuro do blog? -q Wow, falou de governo com censura, já me despertou o interesse, porque eu ia querer entrar dentro do anime e acabar com os carinha tudo! Ainda mais quando se trata dos livros e bibliotecas, ninguém mexe nos livros não! u_u Acho fofos esses machos alfas tsundere, heuahuehuashauhs <3 Ainda bem que tem o filme em inglês pelo menos, uns 80% dos animes que eu assisto são em inglês, então não tem problema! O ruim é quando só tem em japonês mesmo, ou legendado em alemão, sei lá HASUAHSAUHSUAH

      Esses três últimos que você citou eu conheço, principalmente Hakuouki que é perfeição, claro! <3 Hakuouki é muito diferentão e god, deveria ter muito mais reconhecimento, não é? Acho que o povo fica com preconceito por ser baseado em otome game, o que acho uma bosta, sabe, se deixar levar pelo gênero da coisa - é como eu disse antes, não ligo pra gênero, porque as vezes a gente perde coisas boas por simples preconceito. Igual tem gente que diz "ah, eu não assisto yaoi" ou "ah, eu não assisto shoujo", sendo que podem estar perdendo boas histórias por simples frescura e preconceito, afinal um gênero não define um anime. Isso é assunto pra um post, olha só ahushasuhauha

      Enfim, vou indo! Bye o/

      Excluir
    2. Yoooo Helo O/

      shaushuasuau a velhice já está batendo em nossas portinhas e-e Nem consigo acreditar que cheguei nos 20....Parecia que iria demorar tanto, e agora PAH! Tô eu aqui nos 20 '-'

      Eu não acompanhei direto, fiquei sabendo de tudo mais por fora, porém como a minha família tem as suas ligações com Portugal eu fiquei super feliz pelo título deles (e sim, pelo que eu ouvi foi uma vitória inédita para eles, acho que é a primeira vez que eles vencem).

      Pois é, é que nem esse povo louco que sai berrando aos quatro ventos que yaoi é tudo macho se comendo e/ou abusos, que só rola potaria....Okss, os mais famosinhos podem até ser, mas se pesquisar bem verá títulos bem diferentosos e fofuxos <3 Tipo, quem não conhece yaoi muito bem vai pensar que é um troço grotesco só pra gente pervertida, quando na verdade isso é só a camada mais externa, pois temos lindezas como No.6 para quebrarem os esteriótipos <3 (e com shoujo e os outros gênero ocorre o mesmo. Porém, eu vejo que com shoujo a coisa pesa mais).

      Otome Youkai Zakuro é um amorzinho <3 Ele consegue mesclar muito bem a delicadeza das personagens com força e determinação. A Zakuro é um amor, sempre forte, decidia, mas com um lado delicado e até frágil. Porém, em nenhum momento ela deixa a fragilidade dela tomar conta de si, na verdade, o lado "frágil" dela é apenas a mesma mostrando que também possui as suas feridas no coração (como qualquer um). Mas, é muito engraçado ver ela ajudando e salvando o macho alfa dela, no qual é mó cagão com demônios. E também é MUITO lindo ver como ela e as outras garotas são super unidas e se preocupam umas com as outras. Porque há shoujos que colocam um clima de amizade muito forçado, apenas para dizer que a protagonista tem uma amiguinha, porém acaba não desenvolvendo isso direito. MAS, em Otome Youkai Zakuro essa relação de amizade/família é muito bem mostrada, é tudo tão natural que fica difícil imaginar esse povo todo separado.

      Cara, ontem mesmo eu estava revendo uns episódios de Skip Beat e me relembrando o quão bom esse anime é! No quesito desenvolvimento profissional é de literalmente arrepiar. No momento em que tu vê a protagonista sambando rola altos arrepios! Eles transformam interpretação num troço muito fodinha, com mó climão épico. Além disso, a protagonista tem um talento incrível! Ela não entrou na sorte ou por ser a protagonista da história, ela entrou porque teve que ralar e tomar na cara. Isso que é o bacana do anime, os personagens se esforçam verdadeiramente, ele sabe mostrar os erros e acertos. Nem sempre tudo dá certo, porém os personagens caem e tentam novamente. Sério, é muito bom mesmo! E depois te recomendo que leia o mangá também <3

      Olha, sobre chorar em Nodame agora eu não me lembro muito bem, mas rola uns draminhas (porém nada no nível de clannad ou air tv....Mas, tem os seus momentos mais sensíveis). O forte de Nodame está na "loucura carismática" dele, ou seja, a protagonista é espontânea, animada, dando a maior vida para o anime. O protagonista masculino é outro que sempre acaba entrando nas maluquices da Nodame, e o elenco é muito piradão, mas são todos umas graças <3 Sério, é um ótimo anime, com um romance muito fofo, completamente natural, quando tu vê os protagonistas já tão juntos e pronto <3 SÉRIO, É MUITO BOM MESMO <333333 Se tu tá querendo se divertir, ver muita fofura, muita lacração do elenco inteiro e muita música clássica, então NODAME É PRA TI <3

      Hakushaku é muito amorzinho <3 Ele se resume em comédia, romance, um toque de mistério e umas mutretas em que os protagonistas se metem. É algo leve, diferente e é muito engraçadinho ver a briga entre o kelpie e o Edgar devido a protagonista xD

      Excluir
    3. Olha, se tu tá querendo ver treta e chacina parte pra Senjou no Valkyria! Lá tu vai ver uma protagonista que se bota na linha de fogo! Essa de ficar escondida se protegendo definitivamente NÃO é com ela! A protagonista aqui luta, vai pra guerra, ajuda o macho alfa nos planinhos mirabolantes e de quebra é ainda quem bota as falsianes para correr! E ainda temos umas filosofadas sobre preconceito e um romance paralelo (entre os protagonistas secundários) MUITO FOFENHO <3


      Olha, eu tô chegando na conclusão de que "treta" foi uma palavra inventada para Ayashi no Ceres, porque PQP que anime que curtiu meter umas tretas <3 É umas reviravoltas de pirar o cabeção! É muito bom <3 E o final foi lindo e emocionante. É um anime antigo que bota respeito!

      Romeo X Julieta é muito diferentoso! Tem toda essa questão de treta com as famílias, essa coisa de que num certo ponto o Romeo e a Julieta terão que trair seus companheiros para poderem ficar juntos e salvar Neo Verona. No caso da Julieta ela acaba "traindo" seus amigos e família no momento em que se apaixona por Romoe. E no caso do Romeo ele acaba tendo que escolher em salvar Neo Verona ou ficar ao lado do pai dele. Então, dá MUITA treta. E temos ainda fantasia no meio que deixa tudo muito mais emocionante e fodinha <3 E as lutas são lindas, todas fluídas e muito emocionantes. A Julieta luta melhor até mesmo que o Romeo xD

      NÃO QUEIRA NEM SABER DESSE PERÍODO OBSCURO DO BLOG, VAMOS ESQUECER ESSE COMEÇO TENSO DE BLOGOSFERA, OKKKSSS! shaushuashua

      Ué, mas eu consegui o filme legendado em português! ~tentando se lembrar onde baixou o filme em português~.... Acredito que aqui dê para baixar em português direitinho (http://aion-scan.com/?load=project&id=153). Enfim, esse anime é muito bom! E o romance é uma comédia só! O cara banca o tsundere durão, mas sempre tá preocupado com a protagonista, ele surta se algo acontece com ela <3 Eles vivem entrando em brigas bobinhas, mas não conseguem se seprar xD E a protagonista é muito foda! Ela manja das lutas e quando quer lacrar ELA LACRA LINDAMENTE <3 É muito fofo ver toda a evolução dela.

      EXATAMENTE! ESSE TEU ÚLTIMO PARÁGRAFO FALOU TUDO! Tipo, Hakuouki é bom pakas! Principalmente os filmes, mas o povo deixa de assistir acho que por ser baseado em Otome game, principalmente depois das tragédias que tivemos como DiaLover, Norn9 (bem. esse não foi bem uma tragédia, mas também não foi aquilo tudo....Foi um médio baixo), eu poderia colocar também UtaPri, mas essa caralha não-sei-como tem um monte de fãs '-'

      Enfim, a questão é que o povo tem que dar uma chance, tipo eu tinha bastante resistência com o yaoi, mas resolvi dar uma chance e acabei me deparando com muita coisa fofenha e boa <3 E até mesmo com shounen, eu não assistia tanto, mas depois que eu resolvi dar uma chance...PAH! DESCOBRI UMA CARALHADA DE ANIME BOM! Nem dá para contar nos dedos! Minha última surpresa foi com Gintama! Já estou no ep 106 e fazendo altas maratonas <3

      Kiss

      Excluir
  5. Olá, Hina-chan! \o/

    Eu sempre vejo um certo preconceito com os shoujos. Muita gente pensa que shoujo é só aquilo de vida colegial e romances "bobinhos". ~MIGO, SENTA AQUI, BORA CONVERSAR!~

    Não vou mentir e dizer que shoujo é o que eu mais assisto (apesar de gostar bastante), porque não é. Mas, cara, já vi tantos shoujos que são muito bons e que fogem do clichê. PORQUE TODO ESSE PRECONCEITO, MEU POVO? E sobre yaoi, é algo que estou começando a ver agora, até porque não conheço muitos. Ah, Hybrid Child, que você me indicou, está na lista. Como são 4 episódios, qualquer dia desses eu assisto.

    Agora falando sobre os animes que você mencionou... MIGA, VOCÊ REALMENTE QUIS ESFREGAR NA CARA DESSE POVO QUE FALA MAL DOS SHOUJOS, NÉ? ~ADORO~ Que tantão de animes e todos parecem ser realmente muito bons. Desses que você comentou, o que já estava em minha lista é Skin Beat. Quando eu li a sinopse e vi que era de uma garota que, inicialmente, era um tanto que “bobinha” (não sei se é a melhor palavra para colocar aqui, já que não assisti ainda) e percebe que esse tal de Shou estava apenas se aproveitando da ingenuidade dela, ela dá um foda-se para ele e resolve entrar na indústria de entretenimento com o objetivo – inicial - de roubar todos os holofotes dele, eu logo me interessei. E agora, com a senhorita que tem um dom de falar dos animes de uma forma que faz eu me interessar ainda mais, deu mais vontade de ver.

    Nodame Cantabile eu sempre acabo esbarrando no MyAnimeList, mas ainda não havia colocado ele na lista. A forma como você falou do anime me deixou interessada.

    Também me interessei em:
    - Senjou No Valkyria, por causa da Guerra, treta e explosões.
    - Romeo x Julieta, por causa dos conflitos familiares e questões políticas.

    Akagami no Shirayuki-hime já está na lista há um tempinho. Na verdade, essa lista só aumenta. Devo demorar uma vida inteira para assistir tudo. Sério, tenho perfil no MyAnimeList, então sempre que acho um anime que me deixa interessada, coloco lá e a lista já está enoooorme, não é brincadeira T_T Mas né, vou caminhando de vagar, que um dia a lista diminui (ou não). \o/

    Beijos!

    Coud

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yooo Lady O/

      Pois é, shoujos geralmente possuem uma fama meio ruim, sendo associados com histórias bobinhas de romance colegial... Okss, uma caralhada de mangás e animes são assim, porém depende MUITO. Nos mangás, geralmente os mais curtinhos acabam indo para esse lado (e até hoje eu não sei porque, mas deve ser pela falta de "espaço" para desenvolver uma história mais elaborada e/ou por causa da própria mangaká que resolve se "especializar" em shoujo romance colegial). PORÉM, ENTRETANTO, TODAVIA, há mangás de shoujo colegial que são incrivelmente bons! Que conseguem desenvolver esse clichêsão de uma forma muito diferente e fofa, como Ao Haru Ride / Strobe Edge, aliás, a Io Sakisaka é a minha mangaká de shoujo colegial favorita! Não há um mangá dela que não seja bom! Todos com um ar super jovial e uma delicadeza indescritível.

      Hybrid Child é um dos meus yaoi favoritos, pois ele sabe tacar um romance leve numa trilha sonora de arrepiar e com um draminha muito gostoso. E as duas últimas ovas são para lacrar e fechar com chave de ouro! Foram espetaculares!

      Vish, e isso que eu nem coloquei a lista de mangás diferentosos! Enfim, Skip Beat é muito bom mesmo! O romance é leve, é fofo, o Ren (protagonista masculino) é um amorzinho de macho alfa <3 E o legal do anime, é que não apenas a protagonista feminina que possui coisas para aprender e superar. O próprio Ren, que é tido como um ator super experiente, vai aprender muitas coisas com a Kyoko (protagonista feminina), e vai contar com a ajuda dela para superar os momentos difíceis. Essa garota salvou a pele dele incontáveis vezes. Tipo, o brilho e glamour não ficam apenas com o macho, a protagonista feminina é espetacular! Principalmente quando está atuando nas câmeras <3

      NODAME CANTABILE É UM AMORZINHO <3 Pense num anime carismático! É impossível não amar cada personagem desse anime. É impossível não amar a Nodame, a gente se apega por ela logo no primeiro episódio. É tudo tão espontâneo, natural, engraçadinho, com uma delicadeza muito linda e um desenvolvimento fabuloso. A forma como a Nodame vai apreciando e levando a sério o seu talento. A maneira como o Chiaki, apesar do tsunderismo, não consegue largar a Nodame e suas loucuras, a forma como os protagonistas interagem de forma tão natural, maluca, fofa. É um anime espetacular, vale MUITO a pena ver ele <3

      Senjou no Valkyria foi muito bom <3 Trouxe um ar completamente diferente, um background cheio de tretas, reviravoltas, com um romance muito querido e personagens maravilhosos <3 O legal aqui é que o poder de fogo está nas mãos da protagonista, é ela quem irá "salvar o dia". E o macho alfa é outro amorzinho <3 Sempre com planos insanos, meio ingênuo para o romance e até um tantinho tímido >/////< Aliás, há um episódio especial de 10 minutinhos MUITO FOFFFFFIIISSSSSSSS <33333 Onde é um "pós-anime", mostrando como estão os personagens após todas as tretas.

      Romeo X Julieta foi incrível! Os encontros e desencontros são de pirar o cabeção. E as lutas são incríveis! A Julieta lutando é maravilhosa <3 São cenas fluídas e muito belas <3 E o final foi de longe um dos mais lindos e emocionantes que eu vi <3 Até o tiozão Shakespeare tem os seus minutinhos de fama no anime xD

      shaushaushuashua, eu geralmente vou pelas temporadas. Vejo o que pode me interessar e espero a temporada terminar para começar a ver os animes xD

      Kiss

      Excluir
  6. Não conhecia o blog, amei as indicações, vou começar a acompanhar essa fofura :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São todos animes com selinho de qualidade Hina-chan! Pode ver todos eles com tranquilidade, pois todos são muito bons e super fofinhos <3 A mistura certa de purpurina shoujo com altas lacrações <3

      Kiss

      Excluir
  7. Olá! Depois milênios apareço aqui no seu blog para agradecer o comentário lá no meu.

    Bom, sobre seu post, shoujo não é meu gênero de anime favorito e, da sua lista, eu só vi Nodame Cantabile, Hakushaku to Yousei, Valkyria Chronicles e Romeu x Juliet. São bons animes, mas Nodame Cantabile ganha disparado desses que eu falei. <3

    Tenho umas dúvidas: Nodame Cantabile não se encaixa em jousei? Até no próprio myanimelist ele é caracterizado como jousei, já que ele trata de coisas "mais adultas", como teoria musical e... E eu não lembro mais porque faz muito tempo que vi. Mas ele não foca tanto na relação do Chiaki e a da Nodame como outros shoujos. É mais o crescimento profissional dos dois que outra coisa. (acho que é por isso que eu gostei dele, ele é meio diferentão)

    Agora, um pouco de hipocrisia, eu sou daquelas que reclama que shoujo é tudo mimimi. HAUSHAUSHAUSHUAHSUAHSUAS
    Tipo, eu gosto muito de Kimi ni Todoke (de verdade), Ouran, Inu-Yasha, Ore no monogatari... Agora, tem outros shoujos como Toradora, Honey & Clover, aquele anime que esqueci o nome que tem uma moça alta e um cara baixinho, Shakugan no Shana, por exemplo, que são famosíssimos e eu "ok, são famosos por uma razão, vamos assistir". Quando começa o primeiro episódio e a gente já viu que "ELA NÃO VAI DAR BEIJO NO CARINHA, NOOOOOOOOOOO" eu já fico tão, mas tão frustada... Vai passar 50 episódios sofrendo "eu podia estar junto com fulaninho" e não faz nada no final do dia... Dependendo do anime, como Shakugan no Shana, ele até perde o foco dos monstrengos, batalhas, aí foca nos personagens principais (o que não tem problema nenhum), só que nada leva pra lugar nenhum! GRR!
    Aí todo anime shoujo que se passa em colégio já me dá essa angústia. Como eles são maioria dos shoujos, eu não consigo deixar de ter esse preconceito. É, eu sou a alma encapetada do seu post MASUHAUSHAUSHAUHSUAHS
    Mas eu meio que não culpo ninguém: vida colegial no Japão é super marcante e todos amam essa época, e por isso há tanto anime de colégio.

    Pronto, discórdia plantada *sai correndo*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yoooo Roxas O/

      MINHA QUERIDA, SENTA AQUI QUE TU JÁ GANHOU O MEU ETERNO RESPEITO POR TER VISTO ESSES ANIMES <3 Principalmente Nodame Cantabile! Putz, eu pensava que estivesse sozinha nesse mundão! É a primeira pessoa que conheço que já viu Senjou no Valkyiria, Nodame e Romeo X Juliet! <3

      Sim, Nodame é uma coisa meio ambígua (assim como Ayashi no Ceres), uns dizem que é shoujo, outros dizem que é jousei (aliás, me esqueci de explicar isso no post). Mas, como ele ainda possui um ar "purpurinadão", uma vibe alegrinha e fofis, eu acabo considerando ele um shoujo também. Diríamos que ele pende para os dois lados. (ao meu ver pelo menos)

      shaushaushuashuau, bem pelo menos tu reclama na sinceridade O/ Tem gente que reclama, mas na hora de falar mesmo finge que a história não é com ele e-e

      EU TE ENTENDO PERFEITAMENTE! SENTA AQUI QUE ESSE SENTIMENTO NUM É SÓ CONTIGO <3 Eu sei bem como é esperar fucking não-sei-quantos-episódios para no final de tudo não rolar o beijinho e/ou uma oficialização de namoro!

      Realmente existem shoujos que apelam muito para o drama "eu queria estar com ele", mas no final a garota acaba não fazendo nada para ficar com o macho alfa. Toradora eu até chego a perdoar, porque a Taiga até um certo período amava outro macho, então até ela se ligar dos novos sentimentos dela e até resolver as tretas do macho principal que tava de olho na amiga dela, e a amiga dela que tava de olho no macho principal, leva um bom tempo... Apesar que eu também não iria reclamar nada se a Taiga tivesse sido mais sincera consigo mesma. Aliás, esse é um dos motivos que me deixam "coisada" com alguns shoujos, pois a protagonista tá lá sofrendo por amor e pelo macho alfa, mas em nenhum momento toma coragem para ser sincera consigo mesma. E é isso que eu admiro tanto em Kamisama Hajimemashita, pois a protagonista Nanami é sincera com ela mesma, não tem medo de expressar o que sente pelo Tomoe (protagonista masculino) e ainda por cima sabe dar o devido espaço para o Tomoe, sem sufocar ele com os sentimentos dela. Enfim, é o meu shoujo favorito.... Se quiser ver algo fofuxo, engraçadinho, carismático, tá aí um outro ótimo shoujo <3
      (eu sei que shoujo num é a tua praia, mas a tentativa é de graça xD).

      Shakugan no Shana demorou para esquentar as coisas no quesito romance, acho que eu só fui me motivar mesmo com a Shana e o macho dela, na terceira temporada, quando rola altas tretinhas por causa do amor e preocupação do Yuji com a Shana <3

      shaushuashuashua, esse que é um dos maiores problemas dos shoujos, os que ganham maior fama geralmente são de romance colegial. Acredito que apenas Akatsuki No Yona e Kamisama Hajimemashita são dois shoujos da atualidade que não são romance colegial e que conseguiram pegar uma boa quantidade de fãs. Aliás, Akatsuki no Yona é outro shoujo bem diferentoso, envolvendo reinos, golpe de estado (logo de cara no primeiro episódio), princesa fugitiva que cresce e vai divando no decorrer da história, muitas lutas fodásticas, altos encontros e despesdidas... Enfim, é difícil resumir esse shoujo em tão poucas linhas, porque é tanta coisa que acontece que não tem como explicar. É um shoujo que tem conquistado bastante não apenas os fãs de shoujo, mas principalmente o povo que procura por algo diferente e inovador.

      Enfim, não te preocupa com a tua discórdia que tu tá perdoada por ter visto Nodame Cantabile e os outros shoujos lá de cima *u*....Okss, Nodame é meio jousei, meio shoujo, mas a pequena parcelinha de shoujo nele tá valendo xD

      Kiss

      Excluir